Empreendedorismo, infância e celebridades: análise dos discursos do empreendedorismo para crianças

Vander Casaqui, Fernando Matijewitsch, Camila Brandão Simurro Figueiredo

Resumo


Este artigo tem como tema a cultura empreendedora, que corresponde a um processo para além da atividade econômica: refere-se às práticas sociais, aos perfis comportamentais, às prescrições morais e ao mercado de ideias em torno do empreendedor como modelo paradigmático de nosso tempo. Nesse espectro, tratamos da intersecção do empreendedorismo com dois outros temas: a infância e as celebridades, a partir da análise dos discursos do empreendedorismo voltado às crianças. O quadro teórico que organiza nossa reflexão se baseia nas teses de Dardot e Laval (2016) sobre a sociedade neoliberal; na teoria do novo espírito do capitalismo de Boltanski e Chiapello (2009); em obras fundamentais da discussão sobre infância e celebridades, entre outras. A metodologia de análise do corpus é baseada na proposta teórico-metodológica da análise do discurso social (ANGENOT, 2010).


Palavras-chave


Comunicação; Cultura empreendedora; Infância; Celebridades; Discurso.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19132/1807-8583201944.99-119



Intexto | E-ISSN 1807-8583 | Facebook | Google Scholar 

Classificação Qualis: B1 - Comunicação, Informação, História, Letras/Linguística  | B2 - Psicologia | B3 - Ciência Política e Relações Internacionais, Arquitetura, Urbanismo e Design, Ciências Ambientais, Interdisciplinar | B4 - Sociologia. 

Programa de Pós-graduação em Comunicação | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705 sala 519 - Porto Alegre, RS, Brasil | E-mail: Intexto @ufrgs.br

Membro Associação Brasileira de Editores Científicos 

Signatária DORA (San Francisco Declaration on Research Assessment)