Rumo a uma teoria da midiatização: exercício conceitual e metodológico de sistematização

Luis Mauro Sá Martino

Resumo


O conceito de midiatização tem sido empregado de maneira crescente nos estudos de Comunicação nas últimas duas décadas. Embora suas concepções variem conforme a autora ou autor, parece haver elementos comuns que permitem delinear uma noção de midiatização, a partir da qual podem ser construídas derivações teóricas e metodológicas. A partir de pesquisa bibliográfica, o trabalho explora esses pontos similares que parecem sugerir a midiatização como (a) a articulação, não “influência” ou “efeitos”, entre a (b) mídia, entendida, simultaneamente, como instituição, tecnologia e linguagem e (c) práticas sociais, compreendidas como ações cotidianas em seu contexto histórico, econômico e social. Essa perspectiva é contextualizada nas Teorias da Comunicação, como alternativa a alguns modelos transmissivos que destacam a separação entre “mídia” e “sociedade”.


Palavras-chave


Midiatização. Práticas Sociais. Teoria da comunicação. Epistemologia.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19132/1807-858320190.16-34



Intexto | E-ISSN 1807-8583 | Facebook | Google Scholar 

Classificação Qualis: B1 - Comunicação, Informação, História, Letras/Linguística  | B2 - Psicologia | B3 - Ciência Política e Relações Internacionais, Arquitetura, Urbanismo e Design, Ciências Ambientais, Interdisciplinar | B4 - Sociologia. 

Programa de Pós-graduação em Comunicação | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705 sala 519 - Porto Alegre, RS, Brasil | E-mail: Intexto @ufrgs.br

Membro Associação Brasileira de Editores Científicos 

Signatária DORA (San Francisco Declaration on Research Assessment)