O corpo como acontecimento semiótico: construções do self, perfomances e outras semiosis

Ronaldo César Henn, Felipe Viero Machado

Resumo


O trabalho faz reflexão teórica sobre o corpo na condição de acontecimento semiótico, a partir de pesquisas desenvolvidas no âmbito do Laboratório de Investigação do Ciberacontecimento. Desta forma, pensa-se o corpo como signo e acontecimento que produzem discurso fundamental na constituição de identidades e do self. Também se desenha como espaço que traz imbricadas em si as possibilidades de assujeitamento do indivíduo ou de busca por liberdade. Ao ser construído em plataformas mediáticas diversas, o corpo tem suas potências semióticas intensificadas.



Palavras-chave


Corpo. Acontecimento. Signo. Self.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19132/1807-8583201637.215-226



Intexto | E-ISSN 1807-8583 | Facebook | Google Scholar 

Classificação Qualis: B1 - Comunicação, Informação, História, Letras/Linguística  | B2 - Psicologia | B3 - Ciência Política e Relações Internacionais, Arquitetura, Urbanismo e Design, Ciências Ambientais, Interdisciplinar | B4 - Sociologia. 

Programa de Pós-graduação em Comunicação | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705 sala 519 - Porto Alegre, RS, Brasil | E-mail: Intexto @ufrgs.br

Membro Associação Brasileira de Editores Científicos 

Signatária DORA (San Francisco Declaration on Research Assessment)