O corpo como acontecimento semiótico: construções do self, perfomances e outras semiosis

Autores

  • Ronaldo César Henn UNISINOS
  • Felipe Viero Machado Universidade do Vale do Rio dos Sinos

DOI:

https://doi.org/10.19132/1807-8583201637.215-226

Palavras-chave:

Corpo. Acontecimento. Signo. Self.

Resumo

O trabalho faz reflexão teórica sobre o corpo na condição de acontecimento semiótico, a partir de pesquisas desenvolvidas no âmbito do Laboratório de Investigação do Ciberacontecimento. Desta forma, pensa-se o corpo como signo e acontecimento que produzem discurso fundamental na constituição de identidades e do self. Também se desenha como espaço que traz imbricadas em si as possibilidades de assujeitamento do indivíduo ou de busca por liberdade. Ao ser construído em plataformas mediáticas diversas, o corpo tem suas potências semióticas intensificadas.


Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ronaldo César Henn, UNISINOS


Graduado em Comunicação Social, Jornalismo (Unisinos)
Mestre em Comunicação e Semiótica (PUCSP)
Doutor em Comunicação e Semiótica (PUCSP)

Pós-doutor em Comunicação pela Universidade Nova de Lisboa

Felipe Viero Machado, Universidade do Vale do Rio dos Sinos

Doutorando no PPG em Ciências da Comunicação da Unsinos.

Mestre em Ciências da Comunicação da Unisinos

Graduado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Maria

Downloads

Publicado

2016-12-21

Como Citar

Henn, R. C., e F. V. Machado. “O Corpo Como Acontecimento semiótico: Construções Do Self, Perfomances E Outras Semiosis”. Intexto, nº 37, dezembro de 2016, p. 215-26, doi:10.19132/1807-8583201637.215-226.

Edição

Seção

Artigos