Mulheres nos especiais Bah!: identidade gaúcha e representação feminina

Mariana Nogueira Henriques, Flavi Ferreira Lisbôa Filho

Resumo


O trabalho busca analisar de que forma a identidade feminina é representada na RBS TV, com base no discurso enunciado pelos programas televisivos Bah! Um programa muito gaúcho e Bah! Eu sou do Sul. A partir de uma análise cultural, tendo como operador analítico o circuito da cultura de Johnson, busca-se relacionar como se dá a presença e a representação das mulheres em um contexto tradicionalista.  Observa-se que o programa, ao mesmo tempo em que rompe com a premissa da subordinação feminina, evidencia o estereótipo mais difundido do gaúcho.


Palavras-chave


Estudos culturais. Gênero. Representação.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19132/1807-8583201739.80-102



Intexto | E-ISSN 1807-8583 | Facebook | Google Scholar 

Classificação Qualis: B1 - Comunicação, Informação, História, Letras/Linguística  | B2 - Psicologia | B3 - Ciência Política e Relações Internacionais, Arquitetura, Urbanismo e Design, Ciências Ambientais, Interdisciplinar | B4 - Sociologia. 

Programa de Pós-graduação em Comunicação | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705 sala 519 - Porto Alegre, RS, Brasil | E-mail: Intexto @ufrgs.br

Membro Associação Brasileira de Editores Científicos 

Signatária DORA (San Francisco Declaration on Research Assessment)