Mídia e Público: aproximações e diferenças discursivas em práticas participativas

Francilaine Munhoz Moraes, Zélia Leal Adghirni

Resumo


O objetivo deste artigo é analisar aproximações e diferenças discursivas entre mídia e público em processos de práticas participativas contemporâneas. Em estudo de caso, o foco são os modos como os atores se comportam discursivamente diante de tema compartilhado. A combinação de Hermenêutica de Profundidade e Análise de Discurso Textualmente Orientada compõe o desenho metodológico. Principais resultados: a mídia recorre ao gênero reportagem, segue modelos canônicos da narrativa noticiosa, pautada pela impessoalidade; os textos do público indicam movimentos retóricos em recorrência ao gênero relato pessoal, em abordagens biográficas, em que se ressaltam a pessoalidade e o pertencimento às histórias narradas.


Palavras-chave


Participação do público. Mídia. Convergência. Jornalismo. Análise de discurso crítica.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19132/1807-8583201534.589-605



Intexto | E-ISSN 1807-8583 | Facebook | Google Scholar 

Classificação Qualis: B1 - Comunicação, Informação, História, Letras/Linguística  | B2 - Psicologia | B3 - Ciência Política e Relações Internacionais, Arquitetura, Urbanismo e Design, Ciências Ambientais, Interdisciplinar | B4 - Sociologia. 

Programa de Pós-graduação em Comunicação | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705 sala 519 - Porto Alegre, RS, Brasil | E-mail: Intexto @ufrgs.br

Membro Associação Brasileira de Editores Científicos 

Signatária DORA (San Francisco Declaration on Research Assessment)