Roberto De Gaetano: imagens-pulsão e o cinema entre as formas e forças

Bruno Bueno Pinto Leites, Alexandre Rocha da Silva

Resumo


Desde o início dos anos 1990, Roberto de Gaetano trabalha acerca da relação entre cinema, estética e filosofia. Nesta entrevista, ele fala sobre as imagens-pulsão, um conceito da taxonomia de Gilles Deleuze que permaneceu de alguma forma “marginal”, mesmo sendo potente para compreender um amplo grupo de problemas, como o corpo da imagem, a inscrição de uma pulsão de morte no cinema e a concepção de mundos no ato de sua própria destruição. Nós também tivemos a oportunidade de conversar sobre os trabalhos mais recentes de De Gaetano e a diferença que ele estabelece entre o cinema das formas e o cinema das forças.

Palavras-chave


Imagem-pulsão. Roberto De Gaetano. Gilles Deleuze. Jacques Rancière.

Texto completo:

PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.19132/1807-8583201533.4-14



Intexto | E-ISSN 1807-8583 | Facebook | Google Scholar 

Classificação Qualis: B1 - Comunicação, Informação, História, Letras/Linguística  | B2 - Psicologia | B3 - Ciência Política e Relações Internacionais, Arquitetura, Urbanismo e Design, Ciências Ambientais, Interdisciplinar | B4 - Sociologia. 

Programa de Pós-graduação em Comunicação | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705 sala 519 - Porto Alegre, RS, Brasil | E-mail: Intexto @ufrgs.br

Membro Associação Brasileira de Editores Científicos 

Signatária DORA (San Francisco Declaration on Research Assessment)