Comunicação pública na promoção dos direitos de crianças e adolescentes

Autores

  • Ana Márcia Diógenes Paiva Lima Faculdade 7 de Setembro (CE)
  • Inês Silvia Vitorino Sampaio Universidade Federal do Ceará

DOI:

https://doi.org/10.19132/1807-8583201532.172-193

Palavras-chave:

Comunicação pública. Esfera pública. Política pública. Direitos. Crianças e adolescentes.

Resumo

Este artigo analisa a comunicação pública, que visa à promoção do acesso ao direito de crianças e adolescentes, em um município cearense, certificado em todas as edições do projeto Selo UNICEF Município Aprovado. A análise esteia-se em Zémor (2003) e Brandão (2009), para pensar a comunicação pública, e em Faoro (2001), Freyre (2004) e DaMatta (2001), para compreender aspectos da cultura política brasileira. A pesquisa consistiu na realização de grupos focais com adolescentes e adultos, além de entrevistas em profundidade com gestores e agência de comunicação. Identifica-se, recorrendo à metodologia interpretativa, o fato de que o município avançou na oferta e qualidade da comunicação para os direitos, mas, como outros municípios brasileiros, necessita conhecer melhor as demandas da população, adequar as mídias aos propósitos de sua política pública e promover a participação de crianças e adolescentes na produção de comunicação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Márcia Diógenes Paiva Lima, Faculdade 7 de Setembro (CE)

Mestra em Planejamento e Políticas Públicas, pela Universidade Estadual do Ceará - UECE (2012), Especialista em Responsabilidade Social pela Faculdade Integrada do Ceará (2004), graduada em Comunicação Social pela Universidade Federal do Ceará (1985). Foi Diretora de Redação do jornal O Povo (CE), de 1995 a 2000. Atuou no Fundo das Nações Unidas para a Infância – UNICEF, de 2000 a 2013, como Oficial de Comunicação, Coordenadora para os estados do Ceará, Piauí e Rio Grande do Norte, e Chefe da Plataforma do Semiárido. Foi Secretária Adjunta da Cultura do Estado do Ceará (2013/2014), onde integrou a curadoria da XI Bienal Internacional do Livro do Ceará. Atualmente é professora da Faculdade 7 de Setembro (CE), nas disciplinas de Jornalismo Especializado, Projeto Integrado de Jornalismo Impresso e Introdução ao Jornalismo. É também professora em pós-graduações de Assessoria de Comunicação, e consultora em comunicação, responsabilidade social e direitos de crianças e adolescentes.

Inês Silvia Vitorino Sampaio, Universidade Federal do Ceará

Doutora em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Campinas (1999), com período sanduíche na Westfälische Wilhelms Universität Münster, Alemanha. Em 2008, realizou estágio Pós-Doutoral na Université du Québec à Montréal, UQÀM, Canadá (2008). É Vice-diretora e Coordenadora Acadêmica do Instituto de Cultura e Arte da Universidade Federal do Ceará (gestão 2011-2015). Coordenou o projeto de implantacão do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da UFC, no qual é docente vinculada à linha de mídias e práticas socioculturais. É atual vice-presidente da Associação Nacional de Pós-Graduação em Comunicação - Compós (biênio 2014-2015), tendo sido secretária-geral no biênio 2011-2013 . É autora do livro Televisão, Publicidade e Infância (Annablume, 2004), co-autora do livro Qualidade na Programação Infantil na TV Brasil (Ed.Insular, 2012), tendo ainda organizado as coletâneas Mídia de Chocolate: estudos sobre a relação infância, adolescência e comunicação ( E-papers, 2006) e Comunicação, Cultura e Cidadania (2012), além de ter publicado dezenas de artigos em periódicos da área. Coordena o Grupo de Pesquisa da Relação Infãncia, Juventude e Mídia (GRIM - Núcleo UFC) e o Projeto de Extensão TVez: Educação para o uso crítico da mídia.

Downloads

Publicado

2015-06-05

Como Citar

Lima, A. M. D. P., e I. S. V. Sampaio. “Comunicação Pública Na promoção Dos Direitos De crianças E Adolescentes”. Intexto, nº 32, junho de 2015, p. 172-93, doi:10.19132/1807-8583201532.172-193.

Edição

Seção

Artigos