A atuação da imprensa e a construção de problemas sociais: os conflitos argumentativos em torno das sementes transgênicos no Rio Grande do Sul

Fernanda Rios Petrarca

Resumo


Esse artigo apresenta uma análise das notícias publicadas sobre as sementes transgênicas nos jornais gaúchos voltados a um “jornalismo comercial” e aqueles vinculados ao chamado “ecojornalismo”. A análise permitiu mostrar certos confrontos entre os principais modelos argumentativos utilizados pelos jornais na produção de informações sobre os transgênicos, bem como contribuiu para revelar que os dois espaços de produção de notícias ambientais considerados possuem dinâmicas de funcionamento, formas de organização e esquemas de percepção que se diferenciam.


Palavras-chave


Jornalismo. Imprensa. Transgênico. Notícias Ambientais.

Texto completo:

PDF




Intexto | E-ISSN 1807-8583 | Facebook | Google Scholar 

Classificação Qualis: B1 - Comunicação, Informação, História, Letras/Linguística  | B2 - Psicologia | B3 - Ciência Política e Relações Internacionais, Arquitetura, Urbanismo e Design, Ciências Ambientais, Interdisciplinar | B4 - Sociologia. 

Programa de Pós-graduação em Comunicação | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705 sala 519 - Porto Alegre, RS, Brasil | E-mail: Intexto @ufrgs.br

Membro Associação Brasileira de Editores Científicos 

Signatária DORA (San Francisco Declaration on Research Assessment)