Migrações, fronteiras e espaços interculturais

Hiliana Reis

Resumo


As contribuições dos Estudos Culturais à área da Comunicação ganham relevância diante das constantes migrações de estudantes latino-americanos e africanos ao Brasil, em busca de formação universitária qualificada. A análise das mediações culturais que atuam no uso da mídia digital por esse grupo coloca em evidência questões que tangenciam interfaces de Comunicação, Política e Educação. De que maneira as práticas socioculturais transparecem e interferem nas suas preferências e usos da mídia digital? A metodologia, de caráter qualitativo, centrada em estudos de casos, permitiu visualizar dados da história desse grupo que mobilizam o uso das mídias digitais. A articulação de temáticas como nacionalidade, etnia, formação acadêmica e apropriação das mídias digitais evidencia fatores de exclusão social e de modelos antidemocráticos na constituição das lógicas que configuram a rede digital.


Palavras-chave


Estudantes universitários internacionais. Interculturalidade. Mídia digital.

Texto completo:

PDF




Intexto | E-ISSN 1807-8583 | Facebook | Google Scholar 

Classificação Qualis: B1 - Comunicação, Informação, História, Letras/Linguística  | B2 - Psicologia | B3 - Ciência Política e Relações Internacionais, Arquitetura, Urbanismo e Design, Ciências Ambientais, Interdisciplinar | B4 - Sociologia. 

Programa de Pós-graduação em Comunicação | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705 sala 519 - Porto Alegre, RS, Brasil | E-mail: Intexto @ufrgs.br

Membro Associação Brasileira de Editores Científicos 

Signatária DORA (San Francisco Declaration on Research Assessment)