A expressão radiofônica de uma cartografia sonora: estudo da série Porto Alegre, paisagens sonoras

Cida Golin

Resumo


Este artigo discute a relação entre o rádio e a cidade a partir da análise do projeto Porto Alegre: paisagens sonoras, desenvolvido entre 2005 e 2007, pelos alunos do Curso de Jornalismo na Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação da UFRGS. A série de documentários e reportagens propôs outros referenciais de percepção e imaginação da cidade para além da palavra e da voz, subvertendo em parte o que se costuma apreender do espaço urbano no rádio. A experiência pedagógica, por um lado, interpreta o espaço urbano por meio da recolha e da montagem de seus sons; de outro, discute os limites e as possibilidades do radiojornalismo na concretização desta iniciativa.


Palavras-chave


Rádio. Cidade. Paisagens Sonoras.

Texto completo:

PDF




Intexto | E-ISSN 1807-8583 | Facebook | Google Scholar 

Classificação Qualis: B1 - Comunicação, Informação, História, Letras/Linguística  | B2 - Psicologia | B3 - Ciência Política e Relações Internacionais, Arquitetura, Urbanismo e Design, Ciências Ambientais, Interdisciplinar | B4 - Sociologia. 

Programa de Pós-graduação em Comunicação | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705 sala 519 - Porto Alegre, RS, Brasil | E-mail: Intexto @ufrgs.br

Membro Associação Brasileira de Editores Científicos 

Signatária DORA (San Francisco Declaration on Research Assessment)