O caso como referência do método: possibilidade de integração dialética do silogismo para pensar a pesquisa empírica em comunicação

Jairo Ferreira

Resumo


Neste artigo, desenvolvemos reflexão sobre o caso como âmbito de inscrição do método na pesquisa empírica. Argumentamos sobre o valor do silogismo como operação cognitiva esclarecedora sobre as relações entre caso e abdução, seguindo uma linhagem peirceana acentuada em Eco e Sebeok (2004). Fazemos isso procurando incorporar, dialeticamente, as críticas sobre o uso do silogismo para pensar o método (Santaella, 2000) e, ao mesmo tempo, o qualificando com outras contribuições (Eco e Bonfantini, 2004). Inferimos sobre a possibilidade de que tais referências sejam mediações para análise de pesquisas em curso no campo da comunicação, precisando com clareza relações entre dedução, indução e abdução.

Palavras-chave


Epistemologia. Comunicação. Método.

Texto completo:

PDF




Intexto | E-ISSN 1807-8583 | Facebook | Google Scholar 

Classificação Qualis: B1 - Comunicação, Informação, História, Letras/Linguística  | B2 - Psicologia | B3 - Ciência Política e Relações Internacionais, Arquitetura, Urbanismo e Design, Ciências Ambientais, Interdisciplinar | B4 - Sociologia. 

Programa de Pós-graduação em Comunicação | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705 sala 519 - Porto Alegre, RS, Brasil | E-mail: Intexto @ufrgs.br

Membro Associação Brasileira de Editores Científicos 

Signatária DORA (San Francisco Declaration on Research Assessment)