Janelas de Flusser e Magritte: o que é, afinal, um webvídeo?

Suzana Kilpp, Gustavo Fischer

Resumo


O artigo introduz e articula a base conceitual aplicada em “Janelas de Flusser e Magritte”, um protótipo de navegação entre múltiplos vídeos através de um player, desenvolvido em parceria entre o Grupo de Pesquisa Audiovisualidades (GPAv) e o Curso de Comunicação Digital (ComDig) da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos). Apresenta e contextualiza princípios fundantes das audiovisualidades contemporâneas, em sua dimensão técnica, discursiva e cultural, relacionadas às teorias sobre imagens técnicas, de Vilém Flusser, e à condição humana, como foi tematizada no Surrealismo, em particular por René Magritte. Apresenta e justifica uma base conceitual, em construção, sobre a comunicação digital, com especial atenção a formatos para dispositivos móveis. Apresenta criticamente o processo de elaboração do protótipo e dos vídeos componentes e faz apontamentos para a pesquisa na área.

Palavras-chave


Audiovisualidades. Webvídeo. Comunicação digital.

Texto completo:

PDF




Intexto | E-ISSN 1807-8583 | Facebook | Google Scholar 

Classificação Qualis: B1 - Comunicação, Informação, História, Letras/Linguística  | B2 - Psicologia | B3 - Ciência Política e Relações Internacionais, Arquitetura, Urbanismo e Design, Ciências Ambientais, Interdisciplinar | B4 - Sociologia. 

Programa de Pós-graduação em Comunicação | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705 sala 519 - Porto Alegre, RS, Brasil | E-mail: Intexto @ufrgs.br

Membro Associação Brasileira de Editores Científicos 

Signatária DORA (San Francisco Declaration on Research Assessment)