Lágrimas de papel: Mestre Pastinha e os regimes de afeto no jornalismo impresso

Autores

DOI:

https://doi.org/10.19132/1807-8583202152.103478

Palavras-chave:

Narrativa, Antropologia das emoções, Corpo, Capoeira Angola, Produção de sentidos

Resumo

Emoções, sentimentos e afetos são fenômenos mediados socialmente, processados no amplo teatro das relações humanas. O jornalismo compõe tal fenômeno, contribuindo para a produção, reprodução e ressignificação de sensibilidades. Este artigo tem como objetivo refletir sobre a expressão de emoções em material jornalístico, entendendo que os afetos identificados dizem respeito ao ato de sentir uma emoção, mas também à experiência simbólica e midiatizada do corpo e de suas práticas. Em termos metodológicos, nossa reflexão se constrói a partir da leitura de um conjunto de matérias antigas abordando os últimos anos de vida de Mestre Pastinha, um dos nomes mais importantes da Capoeira Angola no Brasil. Para fins de análise, neste artigo são estudados detalhadamente dois desses textos jornalísticos, tendo como problemática a indagação sobre que sentidos podem ser construídos partindo de uma articulação do corpo, das emoções e da produção midiática. Esta é a questão de fundo que instiga a reflexão e a análise propostas no artigo. O estudo se fundamenta na antropologia das emoções, tomando afetos como registros culturalmente condicionados que derivam antes do repertório de um grupo social do que de forças naturais ou espontâneas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Denise da Costa Oliveira Siqueira, Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)

Doutora em Ciências da Comunicação (ECA/USP). Desenvolveu estágio pós-doutoral em Sociologia (Université Paris-Descartes/Sorbonne). Professora Titular do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da UERJ. Jornalista. 

Fábio Grotz Majerowicz, Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)

Doutor  e Mestre em Comunicação pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Desenvolveu estágio de doutorado (sanduíche) na Université de Strasbourg. Graduado em Comunicação/Jornalismo (UERJ).

Raquel Gonçalves Dantas, Centro Universitário Módulo, Caraguatatuba, SP, Brasil

Doutora em Comunicação pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Mestre em Comunicação pela PUC/SP. Graduada em Comunicação/Jornalismo pela Universidade Federal do Ceará.

Downloads

Publicado

2021-05-24

Como Citar

Siqueira, D. da C. O., F. Grotz Majerowicz, e R. Gonçalves Dantas. “Lágrimas De Papel: Mestre Pastinha E Os Regimes De Afeto No Jornalismo Impresso”. Intexto, nº 52, maio de 2021, p. 103478, doi:10.19132/1807-8583202152.103478.

Edição

Seção

Artigos