Voltar aos Detalhes do Artigo O registro (in)formal em traduções e adaptações de Orgulho e Preconceito, de Jane Austen: simulação temporal e convergência ao público-alvo Baixar Baixar PDF