A terminologia da macaxeira: constituição de um corpus

Autores

  • Simone Cordeiro-Oliveira Unesp - Câmpus de São José do Rio Preto
  • Maurizio Babini Unesp - Câmpus de São José do Rio Preto

Palavras-chave:

macaxeira, terminologia da macaxeira, corpus terminológico monolíngue, TERMacax-AC

Resumo

A macaxeira (Monihot esculenta Crantz) constitui um dos principais produtos agrícolas do Brasil, e no estado do Acre é um dos que mais contribui, entre as culturas de subsistência, para a geração de renda. O objetivo principal deste artigo é mostrar o percurso metodológico utilizado para a constituição de um corpus terminológico monolíngue da macaxeira no estado do Acre, chamado de TERMacax-AC. Para a realização de nossa pesquisa buscamos subsídios teóricos no campo da Terminologia e da Linguística de Corpus. No que se refere à primeira, utilizamos Krieger e Finatto (2004), Aubert (2001) e Barros (2004), para definirmos os critérios de seleção das fontes para a compilação do corpus; no que toca a Linguística de Corpus, os modelos escolhidos foram o de Berber Sardinha (2004) e de Orenha-Ottaiano (2009).  A primeira etapa de nosso trabalho foi um estudo sobre os aspectos econômico e cultural da macaxeira no município acriano de Cruzeiro do Sul, com o objetivo de justificar a escolha do nosso objeto de estudo. Em seguida, definimos a estrutura de nosso corpus e procedemos à seleção das fontes, fazendo uma descrição do percurso metodológico adotado. Atualmente, o TERMacax-AC contém, aproximadamente, 1.000.000 palavras e servirá para a realização futura do nosso Dicionário Onomasiológico dos Termos Fundamentais da Macaxeira.


Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Simone Cordeiro-Oliveira, Unesp - Câmpus de São José do Rio Preto

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Estudos Linguísticos - Linguística Aplicada. Unesp – Câmpus de São José do Rio Preto

Maurizio Babini, Unesp - Câmpus de São José do Rio Preto

Professor do Programa de Pós-Graduação em Estudos Linguísticos - Linguística Aplicada. Unesp - Câmpus São José do Rio Preto

Downloads

Publicado

2016-12-31

Edição

Seção

Artículos Sección Libre