Caracterização e capacidade funcional de mulheres com câncer ginecológico, câncer mamário e doença trofoblástica gestacional

Autores

  • Thaís Cristina Elias Universidade Federal do Triângulo Mineiro
  • Lorena Campos Mendes Universidade Federal do Triângulo Mineiro
  • Maurícia Brochado de Oliveira Soares Universidade Federal do Triângulo Mineiro
  • Sueli Riul da Silva Universidade Federal do Triângulo Mineiro

Palavras-chave:

Avaliação de estado de Karnofsky. Atividades cotidianas. Quimioterapia. Saúde da mulher.

Resumo

Objetivo: descrever o perfil sociodemográfico e clínico e a capacidade funcional de mulheres diagnosticadas com câncer ginecológico, câncer mamário e doença trofoblástica gestacional em tratamento quimioterápico.
Método: estudo longitudinal retrospectivo, que avaliou os registros de mulheres em tratamento em um hospital de clínicas no período de janeiro de 2000 a dezembro de 2012.
Resultados: foram avaliados os registros de 438 mulheres. A análise mostrou que as pacientes não eram capazes de realizar suas atividades cotidianas, limitando-se àquelas do autocuidado. As pacientes idosas sofreram maior comprometimento funcional durante a terapêutica.
Conclusões: a amostra estudada era de mulheres com 41 a 50 anos, diagnosticadas com câncer de mama (50,9%), que faziam uso de protocolos baseados em antracíclicos (47%); os escores da capacidade funcional da amostra decaíram de 78,22 para 73,57. Evidencia-se que os cuidados de enfermagem devem centrar-se no controle de sinais e sintomas que causam impacto na capacidade funcional das mulheres sob quimioterapia.
Palavras-chave: Avaliação de estado de Karnofsky. Atividades cotidianas. Quimioterapia. Saúde da mulher.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thaís Cristina Elias, Universidade Federal do Triângulo Mineiro

Enfermeira. Mestranda do Programa de Pós Graduação em Atenção à Saúde da Universidade Federal do Triângulo Mineiro.

Lorena Campos Mendes, Universidade Federal do Triângulo Mineiro

Enfermeira. Mestranda do Programa de Pós Graduação em Atenção à Saúde da Universidade Federal do Triângulo Mineiro.

Maurícia Brochado de Oliveira Soares, Universidade Federal do Triângulo Mineiro

Enfermeira Obstétrica. Doutoranda do Programa de Pós Graduação em Atenção à Saúde da Universidade Federal do Triângulo Mineiro.

Sueli Riul da Silva, Universidade Federal do Triângulo Mineiro

Enfermeira. Mestre e Doutora em Enfermagem Fundamental. Professora Associada do Departamento de Enfermagem na Área Hospitalar do Curso de Graduação em Enfermagem da Universidade Federal do Triângulo Mineiro. Responsável pela disciplina de Enfermagem em Ginecologia e Obstetrícia.

Publicado

2015-11-27

Como Citar

1.
Elias TC, Mendes LC, Soares MB de O, Silva SR da. Caracterização e capacidade funcional de mulheres com câncer ginecológico, câncer mamário e doença trofoblástica gestacional. Rev Gaúcha Enferm [Internet]. 27º de novembro de 2015 [citado 17º de agosto de 2022];36(4):37-42. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/rgenf/article/view/51717

Edição

Seção

Artigos Originais