Prevalência de erros que causaram eventos supostamente atribuíveis à vacinação/imunização: revisão sistemática e metanálise

Autores

  • Laís Oliveira de Moraes Tavares
  • Marla Ariana Silva
  • Bianca Rabelo de Oliveira
  • Gabriela Gonçalves Amaral
  • Eliete Albano de Azevedo Guimarães
  • Renê Oliveira Couto
  • Valéria Conceição de Oliveira

Resumo

Objetivo: Identificar a prevalência de erros que causaram eventos supostamente atribuíveis à vacinação ou imunização.
Método: Revisão sistemática da literatura com metanálise realizada nas bases Medline, Cochrane Library, Cinahl, Web of Science, Lilacs, Scopus; Embase; Open Grey; Google Scholar; e Grey Lit; com estudos que apresentassem prevalência de erros de imunização que causaram eventos ou que disponibilizassem dados que permitissem o cálculo deste indicador.
Resultados: Avaliou-se 11 artigos publicados entre 2010 e 2021, apontando prevalência de 0,044 erros por 10.000 doses administradas (n=762; IC95%: 0,026 – 0,075; I2= 99%, p < 0,01). A prevalência foi maior em crianças menores de 5 anos (0,334 / 10.000 doses; n=14). Quanto aos eventos, predominou-se: febre, dor local, edema, rubor.
Conclusão: Identificou-se uma prevalência baixa de erros que causaram eventos. Entretanto, os eventos supostamente atribuíveis à vacinação ou imunização podem contribuir para a hesitação vacinal e, consequentemente, impactar nas coberturas vacinais.
Descritores: Imunização. Vacinação. Erros de medicação. Revisão sistemática.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2024-02-08

Como Citar

1.
Tavares LO de M, Silva MA, Oliveira BR de, Amaral GG, Guimarães EA de A, Couto RO, Oliveira VC de. Prevalência de erros que causaram eventos supostamente atribuíveis à vacinação/imunização: revisão sistemática e metanálise. Rev Gaúcha Enferm [Internet]. 8º de fevereiro de 2024 [citado 13º de abril de 2024];45. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/rgenf/article/view/138505

Edição

Seção

Artigos Originais