Circo e Cena Contemporânea - CHAMADA DE ARTIGOS

2024-02-03

A Revista Brasileira de Estudos da Presença [Brazilian Journal on Presence Studies], periódico eletrônico de acesso livre e revisão por pares, sem taxas de submissão ou publicação, receberá, até 30 de abril de 2024, artigos inéditos dentro do escopo do tema Circo e Cena Contemporânea.

O Circo é uma arte milenar que ganhou um novo impulso a partir do Circo Moderno, no século XVIII, com seu formato de bricolagem, unindo as destrezas dos cavalos aos artistas de feiras com seus números os mais diversos, tais como prestidigitadores, amestradores de animais, saltimbancos, trapezistas, contorcionistas, malabaristas e muitos outros números espetaculares, criando outro formato para essa antiga arte. Na contemporaneidade novos desafios sociopolítico-culturais colocam em xeque tal formato e novas perspectivas surgem para essa arte. Como pensar as questões de gênero, raça e etnia no e para o circo? As formas de comicidade continuam pautadas pelo palhaço ou outras proposições se abrem para a comicidade no circo? Como são pautadas as questões referentes à saúde corporal e psíquica dos e das artistas que se colocam em risco? Quais as inovações e desafios para o circo como cena expandida, fora da lona, em outros espaços, em hospitais, nos presídios, nos hospícios, nas ruas e praças, nas periferias das grandes e pequenas cidades? Quais as transformações pedagógicas atuais para o ensino das artes circenses? Como as novas mídias, com suas holografias de animais, de interação artísticas e imagens projetadas impactam o espetáculo? Como os novos formatos de espetáculos circenses, estruturados a partir de dramaturgias que valorizam o número e os seus objetos, podem criar possibilidades para a cena contemporânea circense, coreográfica, performática, teatral, nos propósitos da narrativa e da ação dramática? Como a noção de Circo tem sido problematizada nas pesquisas? Como o Circo tem sido espaço para surgimento de novas práticas pedagógicas artísticas? Como políticas públicas se relacionam às artes circenses? Quais atravessamentos de etnia, gênero, sexualidade, classe social, o circo vivencia?

Essas são algumas das questões que a seção temática Circo e Cena Contemporânea pretende abordar. Trata-se de dimensões direcionadas para temáticas e desafios atuais do fazer cênico e performático do circo e do teatro.  Nesse sentido, os artigos para a seção podem tratar tanto das questões relacionadas ao Circo e a Cena Contemporânea, entendendo a cena em toda a sua possibilidade sociopolítico-cultural, assim como em relação à própria cena como arte do corpo. Além disso, trata-se de pensar o amplo espectro de práticas, pedagogias e outras atividades circunscritas na dimensão do circo.

Esta chamada busca artigos inéditos que apresentem resultados originais de pesquisas no campo das performances, das artes da presença, das artes corporais, das práticas performativas e similares, visando a problematização e o debate característico do mundo da pesquisa.

 A seção Circo e Cena Contemporânea abre espaço para artigos que explorem o tema a partir de diferentes perspectivas teóricas e metodológicas, especialmente alinhadas à Ciência Aberta. Nesse sentido, os autores e autoras podem apresentar artigos que trabalhem com Circo e Cena Contemporânea, considerando um ou mais dos seguintes tópicos, ou outros relacionados:

Corpo e subjetividade no circo contemporâneo

Gênero, raça e etnia no circo e na comicidade circense

Espetáculos e/ou performances circenses contemporâneas

O circo itinerante: persistência e resistência

O circo e a cena expandida: as atividades circenses realizadas em hospitais e outros espaços comunitários

O circo e o espaço da rua: os novos e velhos espaços da arte circense urbana

O circo e o teatro e suas inter-relações

O circo e a música: das estruturas cênicas musicais na cena circense

O circo e suas dramaturgias: do texto, da cena e dos objetos

O circo e suas pedagogias

Princípios éticos e estéticos na cena circense contemporânea

O circo e as novas mídias: das holografias às cenografias interativas

O circo entre artes e ciências

Modos de gestão e produção circense na cena contemporânea

Políticas públicas para o circo contemporâneo

A presença do circo na cena teatral contemporânea

O circo e as artes performáticas

 

Assim, a Revista A Brasileira de Estudos da Presença espera receber trabalhos resultantes de estudos e pesquisas que abordem o tema de alguma forma ou que envolvam o campo das artes cênicas, evidenciando o Circo, ponto de partida para uma discussão mais ampla sobre temas relacionados.

 

As submissões devem estar de acordo com os padrões da revista e serem postadas diretamente em nosso sistema de submissão, para passar pelo nosso processo geral de avaliação.

 

Para submeter um artigo a esta chamada é fundamental selecionar a seção correspondente (Circo e Cena Contemporânea). Lembramos que o periódico não cobra taxas de submissão, nem de publicação e utiliza o sistema duplo-cego de revisão por pares. O texto pode ser enviado em português, espanhol, inglês ou francês e será publicado em duas línguas. Será solicitado aos autores e autoras que enviarem textos em português ou espanhol (e àqueles[as] lusófonos[as]) que enviem uma tradução em inglês como condição para a publicação dos artigos, uma vez aprovados. A tradução deverá ser realizada por tradutor indicado pela revista e às custas do (a) autor (a). A revista providencia tradução para o português de artigos enviados em inglês ou francês, desde que os autores e as autoras sejam nativos (as) desses idiomas e caso haja recursos financeiros disponíveis no período da edição. Maiores informações podem ser encontradas em nosso website, www.seer.ufrgs.br/presenca; nossas diretrizes podem ser visualizadas em “Diretrizes para Autores”.