[1]
T. Z. Majkowski, “Realismo Grotesco e Carnalidade: Inspirações Bakhtinianas em Estudos de Games”, IT, nº 46, p. 196–214, jul. 2019.