[1]
H. de Andrade, “"Quero marcar meu corpo com algo bom": a tatuagem na construção da subjetividade de mulheres feministas”, Rev. Ilum., vol. 21, nº 55, dez. 2020.