A relevância da mulher/atriz no teatro na Commedia dell´Arte.

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22456/2236-3254.135043

Resumo

O artigo trata da Commedia dell’Arte com foco na obra La Mirtilla da atriz e dramaturga Isabella Andreini. Essa peça é escolhida para fazer uma análise acerca de questões relacionadas ao sexo feminino, e de críticas sociais que a atriz faz às imposições de estereótipos de gênero existentes nos séculos XVI e XVII. Numa breve análise da peça, destacam-se as dificuldades que uma mulher enfrentava por ser lésbica na Renascença, bem como, o que seria mais importante, inteligência ou força física. O artigo aborda, brevemente, as críticas sociais feitas pela atriz Isabella Andreini, à sua época, por meio da Commedia dell’Arte.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

DIANA FELICORI , Universidade Federal de Ouro Preto – UFOP, Ouro Preto/MG, Brasil

Possui graduação em bacharelado no curso de artes cênicas pela Universidade Federal de Ouro Preto (2009). Tem experiência na área de Artes, com ênfase em interpretação. Prestes a completar graduação em licenciatura no curso de artes cênicas pela Universidade Federal de Ouro Preto (2018). Apta a trabalhar como: Atriz, professora de teatro para qualquer faixa etária, figurinista, iluminadora, cenógrarfa, preparadora vocal e corporal, sonoplasta, dramaturga. Mestre em artes cênicas pela Universidade Federal de Ouro Preto,  concluiu o mestrado em Artes Cenicas em 28/04/23.

Downloads

Publicado

2024-01-22

Como Citar

Hunzicker, F., & FELICORI , D. (2024). A relevância da mulher/atriz no teatro na Commedia dell´Arte. Cena, 42(1), 01–10. https://doi.org/10.22456/2236-3254.135043