ELEVAÇÃO DE /e/ E APAGAMENTO VOCÁLICO: O COMPORTAMENTO DOS CLÍTICOS

Autores

  • Natália Brambatti Guzzo Universidade Federal do Rio Grande do Sul

DOI:

https://doi.org/10.22456/2236-6385.28119

Palavras-chave:

Clíticos, Elevação de /e/, Apagamento vocálico, Fonologia Prosódica

Resumo

O presente estudo analisa o tipo de clítico, seu contexto fonológico e sua função morfossintática de modo a (i) verificar como esses fatores relacionam-se a seu comportamento quanto à elevação de /e/ e ao apagamento vocálico e (ii) tecer afirmações sobre sua localização na hierarquia prosódica. Neste trabalho, os clíticos obtidos por Autor (ano) e Autores (ano) para, respectivamente, elevação de /e/ e apagamento vocálico, foram analisados isoladamente. Constatou-se que a elevação, mais frequente em <e> e <em> e menos frequente em <de> e <te>, é condicionada pelo contexto fonológico do clítico e pelo seu tipo e função morfossintática, ao passo que o apagamento, mais frequente com <tu> e <de>, é influenciado sobretudo pelo contexto fonológico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-06-30

Como Citar

BRAMBATTI GUZZO, N. ELEVAÇÃO DE /e/ E APAGAMENTO VOCÁLICO: O COMPORTAMENTO DOS CLÍTICOS. Cadernos do IL, [S. l.], n. 44, p. 185–202, 2012. DOI: 10.22456/2236-6385.28119. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/cadernosdoil/article/view/28119. Acesso em: 3 out. 2023.

Edição

Seção

Artigos de estudos literários