NATURALIZANDO O NATURAL DESNATURALIZADO: ALEGORIAS DO DESEJO FEMININO EM DUAS POESIAS DE HILDA HILST

Autores

  • Fernanda Garcia Cassiano Universidade de Maringá
  • Isabela Padilha Papke UFGRS

Resumo

Resumo: O presente trabalho tem como objetivo analisar dois poemas da escritora brasileira Hilda Hilst, atentando-se ao modo como a autora insere a tópica de erotismo em sua literatura, demonstrando o desejo feminino enquanto naturalidade e desconstruindo os tabus envolvendo desejo, sexualidade e performance social na vida de mulheres na sociedade patriarcal. Deste modo, selecionamos os poemas no intuito de observar como o uso de elementos primitivos, como terra e água, performam alegorias imagéticas do desejo feminino na lírica da poeta, apoiadas nas teorias de Giddens (1993), Coelho (2011) e Paz (1993).

Palavras- Chave: Poesia Feminina; Erotismo; Alegoria; Desejo.

Abstract: The present work aims to analyze two poems by the Brazilian writer Hilda Hilst, paying attention to the way in which the author inserts the topic of eroticism in her literature, demonstrating female desire as naturalness and deconstructing the taboos of desire, sexuality and social performance in the lives of women in patriarchal society. Thus, the poems were selected in order to observe how the use of primitive elements, such as earth and water, performs allegories of female desire in the poet's lyrics, supported by the theories of Giddens (1993), Coelho (2011) and Paz (1993).

Keywords: Feminine Poetry; Eroticism; Allegory; Desire.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernanda Garcia Cassiano, Universidade de Maringá

Fernanda Garcia Cassiano, aluna do Programa de Pós-Graduação em Letras (PLE), da Universidade Estadual de Maringá (UEM), é mestranda em Estudos Literários na linha de pesquisa Literatura e Historicidade, associada à Associação Brasileira de Literatura Comparada (ABRALIC) e vinculada aos projetos de pesquisa: Lacanianismo, literatura e cultura e Nada de errado em nossa etnia: tradição, cultura e identidade em literaturas de caráter pós-coloniais e decoloniais e ao projeto de extensão Outras Palavras (POP). Graduada em Letras com habilitação em Língua Portuguesa e Literaturas Correspondentes, pela Universidade Estadual de Maringá (UEM).

E-mail: fernandagarcia.c@hotmail.com

Orcid: https://orcid.org/0000-0003-0689-4634

Isabela Padilha Papke, UFGRS

Isabela Padilha Papke é doutoranda na área de Estudos Literários, na linha de pesquisa Literatura, Sociedade e História da Literatura, no Programa de Pós Graduação em Letras da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. É mestra na área de Estudos Literários pela Universidade Estadual de Maringá (2019-2021), tendo realizado sua pesquisa com a obra O Homem Duplicado de José Saramago. É também Licenciada em Letras Habilitação Única - Português e Literaturas correspondentes pela mesma Universidade (2018). No ano de 2021, iniciou uma especialização em Linguística e Formação de Leitores na Faculdade Venda Nova do Imigrante (FAVENI). É revisora na revista acadêmica História em Curso, do Curso de História da PUC-MINAS e membro do Grupo de Estudos em História e Literatura (GEHISLIT), também da PUC-MINAS.

E-mail: isabelappapke@gmail.com

Orcid: https://orcid.org/0000-0001-9127-1698

Downloads

Publicado

2023-07-10

Edição

Seção

ENSAIO/ESSAY