A construção tardia do território no norte do Rio Grande do Sul -o caso do antigo município de Passo Fundo

Autores

  • Aldomar Arnaldo RÜCKERT Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Palavras-chave:

Construção tardia, território no norte do Rio Grande do Sul, caso antigo manicípio de Passo Fundo

Resumo

Tratarei o tema A Construção Tardia do Território no Norte do Rio Grande do Sul: o caso do antigo município de Passo Fundo num enfoque genético-processual. Trata-se da gênese do território nesta região norte, com ênfase para a face agrária do mesmo, num período que corresponde do final da segunda década do século XIX ao final da segunda década do século XX, do Império ao final da República Velha. Embora esta investigação tenha prosseguido até o presente, o tema aqui abordado diz respeito somente a este primeiro grande período quando procuro resgatar os diversos agentes envolvidos neste processo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Aldomar Arnaldo RÜCKERT, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Possui graduação em Geografia pela Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (1978), graduação em Estudos Sociais pela Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (1974), Mestrado em Geografia - Organização do Espaço pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1991) e Doutorado em Ciências: Geografia Humana - pela Universidade de São Paulo (2002). Atualmente é Professor Associado na Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Tem experiência na área de Geografia Social e Política, atuando principalmente no tema da reforma do Estado e políticas territoriais contemporâneas. Orienta alunos de Mestrado e Doutorado no núcleo Estado e Território: gestão, regiões e fronteiras no Grupo de Pesquisa do Laboratório do Espaço Social. É pesquisador e líder do Grupo de Pesquisa "O Estudo do Espaço Social". É pesquisador Bolsa Produtividade 2 do CNPq, desde Março de 2010. Realizou Estágio de Pós-Doutorado na Universidade de Paris VII, entre Maio e Outubro de 2011, com apoio da CAPES, analisando as tendências das políticas territoriais européias e possiveis comparações com a América do Sul. É credenciado como Professor Permanente dos programas de pós-graduação em Geografia (POSGEA) e em Planejamento Urbano e Regional (PROPUR)(níveis Mestrado e Doutorado).

Downloads