Leituras de Friedrich Ratzel na produção geográfica brasileira contemporânea

Autores

  • Rosmari Terezinha CAZAROTTO Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Palavras-chave:

atribuições a Ratzel, visão hologeica, território

Resumo

Deparamo-nos diante de uma crise de paradigmas. As certezas preconizadas no final do séculoXIX foram as incertezas do final do século XX, as quais permanecem neste limiar do séculoXXI. Diante do exposto, considerou-se relevante resgatar um pouco da historicidade daGeografia, sem a pretensão de buscar verdades definitivas. Este artigo versa sobre o geógrafoFriedrich Ratzel (1844 – 1904) e o contexto epistemológico de sua época, onde temas como avisão hologeica (sistêmica), o espaço vital e o território levaram-lhe ao (in)sucesso acadêmico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rosmari Terezinha CAZAROTTO, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Possui graduação em Geografia pela Universidade de Passo Fundo (1991), mestrado em Desenvolvimento Regional pela Universidade de Santa Cruz do Sul (2000) e doutorado em Geografia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2010). Sua pesquisa possui ênfase no desenvovimento regional com interfaces nos atores, instituições, escalas de gestão, descentralização e inovação territorial. Analisa a Geografia do Connhecimento a partir dos vetores de manifestação e difusão de C,T&I na escala regional enfatizando a emergência de métodos contemporâneos de transbordamentos de pesquisa da universidade para o território. Em 2011, esta pesquisa recebeu Menção Honrosa do Centro de Administração Pública e Governo (GV ceapg / FGV-EAESP) e da Fundação Ford na 3ª Edição do concurso Políticas Públicas e Equidade: Avanços Práticos. Em 2012, recebeu PRÊMIO CELSO FURTADO - Menção Honrosa - Categoria I - Produção do Conhecimento Acadêmico - Doutorado do Ministério da Integração - Secretaria de desenvolvimento Regional.

Downloads

Edição

Seção

Notas e Resenhas