PANORAMA DAS DOENÇAS DO APARELHO RESPIRATÓRIO NO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL

Autores

  • Pedro Murara Universidade Federal da Fronteira Sul, campus Erechim
  • Thamires Romão

Palavras-chave:

Internações. Geografia da Saúde. Epidemiologia.

Resumo

A transição demográfica e epidemiológica no Brasil tem resultado em um grupo populacional com características específicas e novas problemáticas ligadas à saúde humana. Neste contexto, as doenças do aparelho respiratório (DAR) se destacam, no cenário nacional, como a principal causa de internações. Na pesquisa aqui apresentada, objetivou-se descrever a tendência dos casos de doenças do trato respiratório no estado do Rio Grande do Sul. Desenvolveu-se uma análise dos registros de internações em oito municípios gaúchos, abrangendo todas as regiões intermediárias do estado, a partir de dados provenientes do Sistema Único de Saúde (SUS). Buscou-se, ainda, compreender a ocorrência das doenças do aparelho respiratório no estado do Rio Grande do Sul, traçando um perfil das principais enfermidades que acometem os citadinos. Como resultados, os municípios menores possuem as maiores taxas de internações por DAR, o sexo masculino é o mais acometido e a pneumonia se mostra como a principal causa das internações. Nos meses de inverno, ocorrem os maiores registros de internações e a faixa etária que predomina são os idosos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Pedro Murara, Universidade Federal da Fronteira Sul, campus Erechim

Professor Adjunto da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), campus Erechim/RS. Graduado em Geografia (Bacharel e Licenciatura pela UNESP - Campus Presidente Prudente/SP). Mestre em Geografia (UFSC). Doutor em Geografia (UFSC). Desenvolve estudos e pesquisas direcionadas para os temas de Climatologia, Biogeografia, Paleoclimatologia e Desastres Socionaturais.

Downloads

Publicado

2022-06-21

Edição

Seção

Artigos