MAPAS TEMÁTICOS E COVID-19 NA ESCALA INTRAMUNICIPAL: DESAFIOS E POSSIBILIDADES

Autores

Palavras-chave:

mapas temáticos, coronavírus, Erechim-RS, escala intramunicipal, metodologia.

Resumo

A COVID-19 comparece como um desafio à humanidade. As ciências estão sendo demandadas a apresentarem contribuições no entendimento das dinâmicas de transmissão do vírus, tratamento e cura. Geógrafo(a)s têm contribuído significativamente com a produção de mapas e com a análise espacial do vírus e da doença, que têm recebido significativo destaque midiático. Evidentemente é importante a ampla divulgação das informações, pois os mapas divulgam o conhecimento geográfico e reforçam as contribuições desta ciência à sociedade. No entanto, os mapas devem ser questionados, avaliados do ponto de vista daquilo que pretendem comunicar, em sua forma e conteúdo. Com base em referências como Bertin, Joly, Kolacny, Koeman e Harley, compreendemos que a representação cartográfica é instrumental primordial, porém, não único para elaboração de saberes sobre os territórios onde o vírus se espalha. Então, elaboramos uma crítica sobre os mapas e demonstramos como o mapa temático, na escala intramunicipal, pode auxiliar a gestão pública no enfrentamento da COVID-19. Para tal, compartilharemos a metodologia do mapa síntese de Erechim, que aponta áreas prioritárias para ações do poder público municipal, elaborado a partir do uso de softwares livres e dados públicos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-10-05

Edição

Seção

Artigos