[1]
N. F. Milano, H. Ebling, e J. J. D. Barbachan, “Reabsorções dentárias internas”, R. Fac. Odontol. Porto Alegre, p. 59–70, nov. 2021.