[1]
A. Casarin e I. Bueno, “Estudo e magnitude, transcedência e vulnerabilidade das doenças a partir da mortalidade do Rio Grande do Sul”, R. Fac. Odontol. Porto Alegre, p. 21–32, set. 2021.