Viúvas: o mistério da ausência

Alda Britto da Motta

Resumo


Resumo: Trata de um estudo exploratório sobre a viuvez feminina na terceira idade. As viúvas sempre povoaram o imaginário cotidiano. Tradicionalmente vestidas de modo "diferente" e severo, de preto ou roxo, socialmente mais recolhidas, vivendo a ambivalência de terem e não terem o laço de casamento, apesar dessas peculiaridades e do seu peso demográfico significativo, são quase ausentes na produção científica, inclusive a de orientação feminista. No Brasil, entre alusões irônicas às "viúvas alegres", e pérfidas referências às "dores de viúva", a sociedade sempre esteve atenta às mulheres que poderiam "sair da linha" dos traçados normativos familiais – mesmo assim, são raros os estudos que se detêm nessa peculiar e desconcertante personagem "sobra de família". A modernidade ocidental multiplica-se com a longevidade da população, assumindo, crescentemente, papéis familiares e posturas sociais novas, que raramente são registrados na pesquisa científica. Discute a questão com base em estudos e pesquisas realizados pela autora sobre envelhecimento e relações de gênero, em Salvador, Bahia.

Palavras-chave: Viuvez. Mulheres. Gênero. Envelhecimento.


Abstract: This article is an exploratory study over the female widowhood in third age. Widows have always figured in everyday social imaginary. Traditionally wearing either black or purple and dressed in a severe fashion, facing social restrictions, and living the ambivalent situation of not having - and at the same time still having - marriage links, they remain almost absent in scientific literature, including that of feminist orientation, despite their significant demographic weight. Brazilian society has always been attentive to women who could “step out of line” of the established norms, even if by means of ironic allusions to “merry widows” and caustic references to “widow pains”. Yet, studies focusing on this peculiar and ambivalent “family leftover” character are rare. But it should be registered that, in Western Modernity, widows not only are numerically multiplied as a result of population longevity, but also are assuming new familiar roles and social statuses, ignored, for the most part, as objects of interest or reference in scientific inquiry. In this paper, I discuss issues related to widowhood in Brazil, based on studies and research on ageing and gender relations carried out in Salvador, Bahia.


Keywords: Widows. Women. Gender. Ageing.

Palavras-chave


Viuvez. Mulheres. Gênero. Envelhecimento. Widows. Women. Gender. Ageing.

Texto completo:

PDF


Estudos Interdisciplinares sobre o Envelhecimento. ISSN: 1517-2473 (impresso) e 2316-2171 (eletrônico)
Qualis Capes 2016, área interdisciplinar: B2