THE RELATIONSHIP BETWEEN RISK FACTORS FOR METABOLIC SYNDROME IN THE PHYSICALLY ACTIVE ELDERLY

Autores

  • Erika Silva Maciel USP
  • Jaqueline Girnos Sonati Unicamp
  • Dênis Marcelo Modeneze Unicamp
  • Guanis Barros Vilela Junior Unimep
  • Julia Santos Vasconcelos USP
  • Roberto Vilarta FEF- Unicamp

DOI:

https://doi.org/10.22456/2316-2171.41081

Palavras-chave:

Idosos, Perímetro Abdominal, Obesidade Abdominal, Atividade Física.

Resumo

O envelhecimento tem um impacto significativo na diminuição de massa magra e do nível de atividade física, estando relacionada à redução na taxa metabólica basal e ao aumento de sobrepeso e obesidade em idosos. O objetivo desse estudo foi identificar correlações entre os fatores de risco da Síndrome Metabólica, a medição do Perímetro Abdominal (PA) e Índice de Massa Corporal (IMC) com os parâmetros sanguíneos de Glicemia em Jejum (GJ), Colesterol Total (CT) e Triglicerídeos (TG), em idosos ativos. Para cálculo do IMC foram coletadas medidas de peso e altura e adotados os critérios de classificação da Organização Mundial da Saúde (OMS), a medida da perímetro abdominal (PA) foi efetuada em centímetros. Os parâmetros sanguíneos de glicemia de jejum (GJ), colesterol total (CT) e triglicérides (TGL) foram avaliados pelo método de coleta de sangue na ponta de dedo com leitura em equipamento Accutrend Plus (Roche). Para análise dos resultados foi realizado o cálculo do coeficiente de correlação de Pearson entre as medidas antropométricas (variáveis independentes) e parâmetros sanguíneos (variáveis dependentes). Regressão linear simples foi aplicada sobre as variáveis significativas (0.05%). A avaliação do IMC mostrou que 71% dos idosos estavam acima do peso e 34% eram obesos. No ponto de corte recomendada, 57% da amostra ter sido indicado por PA. O teste de correlação mostraram evidências sobre a existência de uma associação significativa entre GJ e PA e também entre PA e TG comparado ao uso do IMC. A medição de PA parece ser uma indicação eficaz da relação entre os factores de risco para o SM e deve ser incorporada rotinas para avaliar idosos como um indicador de obesidade abdominal.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Erika Silva Maciel, USP

Licenciada em Educação Física pela Universidade Metodista de Piracicaba (2001) com Especialização em Atividade Física e Qualidade de Vida pela Universidade Estadual de Campinas (2003) e Mestrado em Ciência e Tecnologia de Alimentos pela Universidade de São Paulo(2006). Doutora em qualidade de alimentos pelo CENA- USP.Pós doc do Departamento de Agroindústria, alimentos e nutrição (USP-ESALQ). Atua principalmente nos seguintes temas: qualidade de vida, saúde, promoção de saúde, consumo de alimentos, estilo de vida, atividade física

Jaqueline Girnos Sonati, Unicamp

Possui graduação em Educação Física (1986) e Nutrição (1994) pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas, especialização em Teorias e Métodos em Pesquisa pela Universidade Estadual de Campinas (2002), mestrado (2007) e doutorado (2012) em Educação Física (Atividade Física Adaptada) pela Universidade Estadual de Campinas. Atualmente está desenvolvendo o Pós doutorado na Faculdade de Ciências Médicas (UNICAMP). É membro do Grupo de Estudos em Atividade Física, Saúde e Qualidade de Vida da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Participou do programa de estágio docente da Universidade Estadual de Campinas entre 2008 e 2012.

Dênis Marcelo Modeneze, Unicamp

Doutor em Educação Física pela UNICAMP na área de Atividade Física, Adaptação e Saúde (2011); Mestre em Educação Física pela UNICAMP (2004); Especialista em Fisiologia do Exercício e Treinamento Personalizado pela UNIFESP (1998 e 1999); Especialista em Metodologia de Pesquisa pela UNICAMP (2000); Graduado em Licenciatura em Educação Física pela UNIMEP (1997). Atualmente é pesquisador membro do Grupo de Estudos em Qualidade de Vida, Atividade Física e Saúde da UNICAMP com produção científica focada em populações especiais (diabéticos, idosos, mulheres na menopausa) crianças em idade escolar e universitários. Tem experiência didática em avaliação física, prescrição de treinamento, controle de peso corporal, cinesiologia, saúde coletiva e performance humana, qualidade de vida e nível de atividade física. Experiência em EAD atuando como bolsista em várias disciplinas com a utilização do TELEDUC. Experiência em análises estatísticas com a utilização do SPSS. Experiência em clubes, academias e clinicas de treinamento personalizado, atuando como coordenador e professor de modalidades como natação, musculação, pilates, hidroginástica e treinamento funcional e responsavél pela avaliação física.Experiência em Universidades da Terceira Idade, atuando como professor, coordenador de projetos e avaliador físico.

Guanis Barros Vilela Junior, Unimep

Doutor em Educação Física pela UNICAMP na área de Atividade Física, Adaptação e Saúde (2004); Mestre em Educação Física pela UNICAMP (1996); Especialista em Educação Física pela Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP (1991). Graduado em Licenciatura em Educação Física e Bacharelado em Educação Física pela Universidade Estadual de Campinas (1989). Atualmente é professor da Universidade Metodista de Piracicaba (UNIMEP) e professor titular da Metrocamp (Campinas, SP). Ministra as disciplinas Biomecânica, Metodologia da Pesquisa Científica e Aprendizagem Motora. Presidente do Centro de Pesquisas Avançadas em Qualidade de Vida (CPAQV) e membro da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC). Coordena projetos de pesquisa ligados à atividade física e qualidade de vida, à biomecânica e controle motor. Presta acessoria a programas de Qualidade de Vida em empresas. Atualmente (2013) é Coordenador do Programa de Mestrado em Educação Física da UNIMEP.

Julia Santos Vasconcelos, USP

Bacharel em Ciência dos alimentos

Roberto Vilarta, FEF- Unicamp

É Professor Titular na Área de Qualidade de Vida, Saúde Coletiva e Atividade Física na UNICAMP, título obtido por Concurso Público na UNICAMP em 2005. Tem formação em Fisioterapia pela Universidade Federal de São Carlos (1983), Mestre em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual de Campinas (1986), Doutor em Ciências pela Universidade de São Paulo (1990), Livre-Docente em Educação Física pela Unicamp (1996) . Atua há 28 anos na Faculdade de Educação Física da UNICAMP desenvolvendo ensino e pesquisa em temas sobre a promoção da saúde e a atividade física, qualidade de vida em idosos praticantes de atividade física, intervenções de responsabilidade social em empresas, avaliação da alimentação saudável e prática de atividade física. Docente laureado com "Bolsa Reconhecimento Acadêmico Zeferino Vaz" (1995), com "Prêmio Reconhecimento Acadêmico Zeferino Vaz" (2007) e com "Prêmio Reconhecimento Docente na UNICAMP pela Dedicação ao Ensino de Graduação"(2012).

Referências

ABEP - Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa. Critério de Classificação Econômica – Brasil 2008. In: <http://www.abep.org/codigosguias/Criterio_ Brasil_2008.pdf>. Access: may 2013.

Accutrend Plus (ROCHE). Roche Diagnostics- user manual, 2009. In: . Access: may 2013.

ALBERTI, George.; ZIMMET, Paul.; SHAW, Jonathan. Metabolic syndrome - a new world-wide definition. A Consensus Statement from the International Diabetes Federation. Diabetic Medicine, Caulfield, Australia. v. 23, n. 5, p. 469-480, may 2006.

BO, Mario.; SONA, Alessandro.; ASTEGNO, Marco.; FIANDRA, Umberto.; QUAGLIOTTI, Eleonora.; BRESCIANINI, Alessia.; FONTE, Gianfranco. Metabolic syndrome in older subjects: coincidence or clustering? Archives of Gerontology and Geriatrics, Torino, Italy, v. 48, n. 2, p. 146-150, mar-apr. 2009. (doi: 10.1016/j.archger.2007.12.003).

BOARDLEY, Debora.; FAHLMAN, Mariane.; TOPP, Robert.; MORGAN, Amy.; McNEVIN, Nancy. The impact exercises training on blood lipids in older adults. The American Journal of Geriatric Cardiology, Toledo, USA. v. 16, n. 1, p. 30-35, jan-feb. 2007.

CALLAWAY, C. Wayne.; CHUMLEA, William Cameron.; BOUCHARD, Claude.; HIMES, John H.; LOHMAN, Timothy G.; MARTIN, Alan D.; MITCHELL, Carol D.; MUELLER, William H.; ROCHE, Alex F.; SEEFELT, Vernon D. Circunferences. In: LOHMAN, Timothy G.; ROCHE, Alex F.; MARTORELLI, Reynaldo. (Eds.), Anthropometric Standardization Reference Manual. Human Kinetics Books, Champaign, IL, 1988, p. 39–54.

CANKURTARAN, Mustafa.; HALIL, Meltem.; YAVUZ, Burcu Balam.; DAGLI, Neslihan.; OYAN, Basak.; ARIOGUL, Servet. Prevalence and correlates of metabolic syndrome (MS) in older adults. Archives Gerontology and Geriatrics. Ankara, Turkey. v. 42, n. 1, p. 35-45, jan-feb. 2006.

ELMADFA, Ibrahim.; MEYER, Alexa L. Body composition, changing physiological functions and nutrient requirements of the elderly. Annals of Nutrition and Metabolism. Vienna, Austria, 52 (Suppl1), 2-5. 2008. (doi: 10.1159/000115339).

GORDON, Claire C.; CHUMLEA, William Cameron.; ROCHE, Alex F. Stature, recumbent length, weight. In: LOHMAN, Timothy G.; ROCHE, Alex F.; MARTORELL, Reynaldo. editors. Anthropometric standardizing reference manual. Champaign, Illinois: Human Kinetics Books. 1991. p. 3 – 8.

HOWLETT, John.; ASHWELL, Margaret. Glycemic response and health: summary of a workshop. The American Journal Clinical Nutrition. v. 87, n. 1, p. 212S–6S, jan. 2008.

HUXLEY, Rachel et al. Body mass index, waist circumference and waist:hip ratio as predictors of cardiovascular risk - a review of the literature. European Journal of Clinical Nutrition. Sydney, Australia, v. 64, n. 1, p. 16–22, aug. 2010. (doi: 10.1038/ejcn.2009.68).

KRAMER, Caroline K.; MUHLEN, Denise Von.; GROSS Jorge L.; BARRETT-CONNOR, Elizabeth. A Prospective Study of Abdominal Obesity and Coronary Artery Calcium Progression in Older Adults. Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism. California, USA. v. 94, n. 12, p. 5039-5044, oct. 2009. (doi: 10.1210/jc.2009-1497).

LEE, Hae-Young et al. Metabolic Syndrome and Carotid Artery Parameter in Koreans Aged 50 Years and Older. Circulation Journal. Namwon City, South Korea, v. 74, n. 3, p. 560-566, jan. 2010.

LEE, Crystal Man Ying.; HUXLEY, Rachel R.; WILDMAN, Rachel P.; WOODWARD, Mark. Indices of abdominal obesity are better discriminators of cardiovascular risk factors than BMI : a meta-analysis. Journal of Clinical Epidemiology. Sydney, Australia, v. 61, n. 7, p. 646-653, mar. 2008. (doi: 10.1016/j.jclinepi.2007.08.012).

LEITE, Neiva.; CIESLAK, Fabricio.; MILANO, Gerusa Eisfeld.; GOES, Suelen Meira.; LOPES, Maria de Fátima Aguiar.; BENTO, Paulo Cesar Barauce.; PRESTES, Aana Lucia Campelo.; RADOMINSKI, Rosana Bento. Associação entre o perfil lipídico e medidas antropométricas indicadoras de adiposidade em adolescentes. Revista Brasileira Cineantropometria & Desempenho Humano. Florianópolis, Santa Catarina, Brazil, v. 11, n. 2, p. 127-133. 2009.

LU, Bing.; ZHOU, Jing.; WARING, Molly E.; PARKER, Donna R.; EATON, Charles B. Abdominal obesity and peripheral vascular disease in men and women: A comparison of waist-to-thigh ratio and waist circumference as measures of abdominal obesity. Atherosclerosis. Boston, USA, v. 208, n. 1, p. 253-257, jul. 2010. (doi: 10.1016/j.atherosclerosis.2009.06.027).

MARQUES, Elisa et al. Effects of resistance and multicomponent exercise on lipid profiles of older women. Maturitas. Portugal, v. 63, n. 1, p. 84–88, apr. 2009. (doi: 10.1016/j.maturitas.2009.03.003).

PERISSOTTO, Egle.; PISENT, Claudia.; SERGI, Giuseppe.; GRIGOLETTO, Francesco.; ENZI, Giuliano. Anthropometric measurements in the elderly: age and gender differences. British Journal of Nutrition. Italy, v. 87, n. 2, p. 177-186, feb. 2002.

REZENDE, Fabiane Aparecida Canaan.; ROSADO, Lina Enriqueta Frandsen Paez Lima.; RIBEIRO, Rita de Cássia Lanes.; VIDIGAL, Fernanda de Carvalho.; VASQUES, Ana Carolina Junqueira.; BONARD, Ivana Sales.; CARVALHO, Carlos Roberto de. Índice de Massa Corporal e Circunferência Abdominal: Associação com Fatores de Risco Cardiovascular. Viçosa, Minas Gerais, Brazil, Arquivos Brasileiros de Cardiologia. v. 87, n. 6, p. 728-734, 2006.

SAS Institute Inc., Cary NC. System for Windows (Statistical Analysis System), version 9.1.3. Service Pack 3. 2004.

SCAFOGLIERI, Aldo.; TRESIGNIE, Jonathan.; PROVYN, Steven.; CLARYS, Jan Pieter.; BAUTMANS, Ivan. Reproducibility, accuracy and concordance of Accutrend® Plus for measuring circulating lipid concentration in adults. Biochemia Medica. Brussels, Belgium, v. 22, n. 1, p. 100-108, 2012.

Sociedade Brasileira de Cardiologia- SBC. IV Diretriz Brasileira Sobre Dislipidemias e Prevenção da Aterosclerose. Departamento de Aterosclerose da Sociedade Brasileira de Cardiologia. Arquivos Brasileiros de Cardiologia. 88, Suplemento I, April. 2007.

SONATI, Jaqueline Girnos.; MODENEZE, Denis Marcelo.; VILARTA, Roberto.; MACIEL, Erika da Silva.; BOCCALETTO, Estela.; SILVA, Cleliani. Body composition and quality of life (QoL) of the elderly offered by the “University Third Age” (UTA) in Brazil. Archives of Gerontology and Geriatrics. Campinas, São Paulo, Brazil, v. 52, n. 1, may 2010. (doi:10.1016/j.archger.2010.04.010).

TULL, Eugene S.; THURLAND, Anne.; LaPORTE, Ronald E. Metabolic syndrome among Caribbean-born persons living in the U.S. Virgin Islands. Revista Panamericana de Salud Pública. Pittsburgh, Pennsylvania, USA, v. 18, n. 6, p. 418–26, dec. 2005.

WELSH, Jean A.; SHAMMA, Andrea.; ABRAMSON, Jerome L.; VACCARINO, Viola; GILLESPIE, Cathleen; VOS, Miriam B. Caloric Sweetener Consumption and Dyslipidemia Among US Adults. The Journal of the American Medical Association (JAMA). Atlanta, GA, USA. v. 303, n. 15, p. 1490-1497, apr. 2010. (doi:10.1001/jama.2010.449).

WHO/FAO Expert Consultation. Diet, nutrition and the prevention of chronic diseases. Geneve, 2003. (Technical Report Series, 916).

Downloads

Publicado

2015-11-06

Como Citar

Maciel, E. S., Sonati, J. G., Modeneze, D. M., Vilela Junior, G. B., Vasconcelos, J. S., & Vilarta, R. (2015). THE RELATIONSHIP BETWEEN RISK FACTORS FOR METABOLIC SYNDROME IN THE PHYSICALLY ACTIVE ELDERLY. Estudos Interdisciplinares Sobre O Envelhecimento, 20(2). https://doi.org/10.22456/2316-2171.41081

Edição

Seção

Artigos