[1]
M. Fernandes e V. Pugliese, “Notas sobre a abstração informal na historiografia da arte no Brasil”., POARTE, vol. 25, nº 44, dez. 2020.