[1]
S. Rey, “Caminhar: experiência estética, desdobramento virtual”, POARTE, vol. 17, nº 29, nov. 2010.