Pousada, P. (2017) “O Merzbau: a interpretação do mundo como uma forma viva sem causas primeiras”, PORTO ARTE: Revista de Artes Visuais, 21(35). doi: 10.22456/2179-8001.73718.