1.
Oliveira AP de, Assis M, Vilaça M, Almeida MN de. OS “PESOS” DE SER OBESO: TRAÇOS FASCISTAS NO IDEÁRIO DE SAÚDE CONTEMPORÂNEO. Movimento [Internet]. 20º de outubro de 2012 [citado 9º de dezembro de 2022];18(4):99-119. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/29089