ALDEIAS URBANAS OU CIDADES INDÍGENAS? REFLEXÕES SOBRE ÍNDIOS E CIDADES

Autores

  • Eduardo Soares Nunes Universidade de Brasília (UnB)

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-6524.8289

Palavras-chave:

Índios, Cidades, Indigenismo, Etnologia Indígena.

Resumo

Se a presença indígena nas cidades brasileiras – um fenômeno antigo –, não passou despercebida aos olhos dos(as) antropólogos(as), é apenas em anos recentes que começam a aparecer os primeiros trabalhos sobre a questão. Este artigo tem como objeto esse “silêncio antropológico”, num duplo sentido: a primeira parte do texto é uma digressão sobre os ditos “índios urbanos” no indigenismo no Brasil – idéias que, perpassando, em algum grau, a antropologia, influenciaram a falta de produção sobre a questão; a segunda (e principal) é uma tentativa de pensar a presença indígena nas cidades de uma perspectiva mais familiar ao pensamento ameríndio. Este artigo é uma proposta de abordagem analítica sobre o tema.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eduardo Soares Nunes, Universidade de Brasília (UnB)

Graduando do curso de antropologia da Universidade de Brasília (UnB).

Downloads

Publicado

2010-06-05

Como Citar

NUNES, E. S. ALDEIAS URBANAS OU CIDADES INDÍGENAS? REFLEXÕES SOBRE ÍNDIOS E CIDADES. Espaço Ameríndio, Porto Alegre, v. 4, n. 1, p. 9, 2010. DOI: 10.22456/1982-6524.8289. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/EspacoAmerindio/article/view/8289. Acesso em: 3 out. 2022.

Edição

Seção

ARTIGOS