ESTADO DA ARTE SOBRE ENTEROPARASITOS EM COMUNIDADES INDÍGENAS DO BRASIL

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-6524.72390

Palavras-chave:

Populações indígenas, enteroparasitismo, produção científica, saúde pública, Brasil

Resumo

O objetivo dessa pesquisa foi realizar uma revisão sistemática da literatura acerca das pesquisas científicas sobre a ocorrência das enteroparasitos em povos indígenas no Brasil, de acordo com as diretrizes PRISMA. Para a pesquisa foram usadas as bases de dados Scielo, LILACS, MEDLINE via PubMed, Embase, Scopus, Bireme, Biblioteca de Manguinhos, Biblioteca Lincoln de Freitas Filho e o banco de teses da USP. Foram selecionadas 57 produções científicas. Do total, 46 artigos, 8 dissertações, 1 tese, 1 monografia e 1 relatório técnico. Os estudos sobre enteroparasitos em indígenas aumentaram significativamente nos últimos anos, entretanto, a maioria foi desenvolvida na região Norte e Centro-Oeste. Isso demonstra uma escassez de pesquisas sobre a temática nas demais regiões do país, a exemplo da Nordeste, que possui um grande número de etnias distribuídas em seu território, e poucos trabalhos vêm sendo desenvolvidos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-12-31

Como Citar

DOS SANTOS LIMA, T. M.; PEREIRA, M. G.; DIAS LIMA, A. G. ESTADO DA ARTE SOBRE ENTEROPARASITOS EM COMUNIDADES INDÍGENAS DO BRASIL. Espaço Ameríndio, Porto Alegre, v. 11, n. 2, p. 274, 2017. DOI: 10.22456/1982-6524.72390. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/EspacoAmerindio/article/view/72390. Acesso em: 4 mar. 2024.

Edição

Seção

ARTIGOS