Anestesia de um Graxaim-do-campo (Pseudalopex gymnocercus) com propofol por infusão contínua

Authors

  • Giordano Cabral Gianotti UFRGS
  • Wanessa Krüger Beheregaray UFRGS
  • Fernanda Silveira Nóbrega UFRGS
  • Márcio Poletto Ferreira UFRGS
  • José Pedro Abati Viana Rocha UFRGS
  • Ingrid Vera Stein UFRGS
  • Emerson Antonio Contesini UFRGS
  • Marcelo Meller Alievi UFRGS
  • Marcelo de Souza Mucillo UFRGS

DOI:

https://doi.org/10.22456/1679-9216.17285

Keywords:

Graxaim-do-campo, Propofol, Infusão contínua, Anestesia venosa total

Abstract

Graxaim-do-campo (

 

Pseudalopex gymnocercus) é um canídeo silvestre que habita os campos da região Sul do Brasil. Sabe-se muito pouco sobre anestesia nesta espécie, mas acredita-se ser semelhante à usada em cães domésticos. O propofol, amplamente usado em cães, é um anestésico injetável distinto das outras drogas anestésicas, que proporciona rápida indução, ótima recuperação, com mínimo efeito residual. Nesse estudo, foi usado propofol em infusão contínua para remoção de implante ósseo em um graxaim de 4,5kg. Antes de iniciar a anestesia geral, utilizou-se como pré-medicação tiletamina- zolazepam, cloridrato de petidina e citrato de fentanila, todos pela via intramuscular. Com a tranqüilização e contenção, realizou-se a avaliação pré-anestésica do animal. O paciente foi induzido com propofol a uma dose de 4mg/kg, IV, até se obter o efeito anestésico desejado. Imediatamente após a indução, iniciou-se infusão contínua de propofol a uma dose de 0,35mg/kg/h para a manutenção. O procedimento anestésico durou uma hora e vinte minutos, tendo parâmetros, como reflexo palpebral, freqüência cardíaca, freqüência respiratória, pressão arterial média e oximetria, avaliados de dez em dez minutos. O objetivo deste relato constistiu em avaliar alterações cardiovasculares e respiratórias do protocolo utilizado, bem como a funcionalidade da técnica. A diminuição da pressão arterial média e depressão respiratória foram marcantes no procedimento, mas a técnica mostrou-se viável e as doses do fármaco foram efetivas e adequadas, apesar de necessitar de estrutura e aparelhagem específicas.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biographies

Giordano Cabral Gianotti, UFRGS

Wanessa Krüger Beheregaray, UFRGS

 

 

M.V., HCV-UFRGS.

Fernanda Silveira Nóbrega, UFRGS

 

 

M.V., HCV-UFRGS.

Márcio Poletto Ferreira, UFRGS

 

 

Graduação, Faculdade de Veterinária (FaVet)/UFRGS

José Pedro Abati Viana Rocha, UFRGS

 

 

Departamento de Medicina Animal, FaVet/UFRGS, Porto Alegre, RS/BRASIL.

Ingrid Vera Stein, UFRGS

 

 

Departamento de Medicina Animal, FaVet/UFRGS, Porto Alegre, RS/BRASIL.

Emerson Antonio Contesini, UFRGS

Pós-Graduação, FAVET - UFRGS

Marcelo Meller Alievi, UFRGS

Pós-Graduação, FAVET - UFRGS

Marcelo de Souza Mucillo, UFRGS

 

 

M.V., HCV-UFRGS.

Published

2018-03-30

How to Cite

Gianotti, G. C., Beheregaray, W. K., Nóbrega, F. S., Ferreira, M. P., Rocha, J. P. A. V., Stein, I. V., Contesini, E. A., Alievi, M. M., & Mucillo, M. de S. (2018). Anestesia de um Graxaim-do-campo (Pseudalopex gymnocercus) com propofol por infusão contínua. Acta Scientiae Veterinariae, 36(2), 191–195. https://doi.org/10.22456/1679-9216.17285

Issue

Section

Hospital Forum

Most read articles by the same author(s)

> >>