Caracterização da microbiota mesófila aeróbia isolada de um sistema de lagoas de estabilização para o tratamento de dejetos de suínos

Authors

  • Verônica Schmidt UFRGS
  • Katiane Santin UFRGS
  • Marisa Ribeiro de Itapema Cardoso UFRGS

DOI:

https://doi.org/10.22456/1679-9216.17174

Keywords:

Diversidade bacteriana, Lagoas de estabilização, Dejetos suínos

Abstract

O comportamento de populações microbianas mesófilas, presentes em dejetos suínos submetidos a tratamento em lagoas de estabilização, ainda é pouco conhecido. O objetivo deste estudo foi avaliar a variação quantitativa e qualitativa da microbiota mesófila aeróbia presente ao longo de um sistema de lagoas de estabilização para tratamento de dejetos suínos. A população média de mesófilos aeróbios manteve-se constante ao longo das lagoas, apesar de ter havido uma variação nas contagens entre as diferentes coletas realizadas. A diversidade média da microbiota do efluente foi menor que a encontrada no afluente do sistema, não havendo diferença na equitabilidade entre os pontos amostrados. No início do sistema houve um predomínio de bactérias com características compatíveis com as enterobactérias, enquanto no efluente predominaram grupos semelhantes aos enterococos.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biographies

Verônica Schmidt, UFRGS

Katiane Santin, UFRGS

Faculdade de Farmácia - UFRGS, Bolsista AT/CNPq.

Marisa Ribeiro de Itapema Cardoso, UFRGS

 

 

Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias (PPGCV), Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Setor de Medicina Veterinária Preventiva - FAVET/UFRGS.

Published

2018-06-27

How to Cite

Schmidt, V., Santin, K., & Cardoso, M. R. de I. (2018). Caracterização da microbiota mesófila aeróbia isolada de um sistema de lagoas de estabilização para o tratamento de dejetos de suínos. Acta Scientiae Veterinariae, 31(3), 179–184. https://doi.org/10.22456/1679-9216.17174

Issue

Section

Articles

Most read articles by the same author(s)

> >>