Comida, Agência e Imitação: Uma Etnografia das Festividades entre Imigrantes Brasileiros na Grande Boston

Viviane Kraieski de Assuncao

Resumo


Resumo:

A alimentação pode ser entendida como uma importante via de leitura de processos socioculturais. Com esta perspectiva, realizei uma etnografia com imigrantes brasileiros na Grande Boston, buscando compreender as mudanças e continuidades em suas práticas alimentares após a migração. Neste artigo, concentro-me nos relatos etnográficos dos momentos de festividade, que, embora não sejam cotidianos, são recorrentes e marcam as experiências migratórias dos sujeitos da pesquisa. Busco compreender as práticas alimentares destes eventos por meio dos conceitos de agência (Gell, 1998) e mímesis (Taussig, 1993), assumindo, deste modo, o protagonismo da comida nestes momentos. A comida, assim, constitui-se um elemento ativo das festas, que evoca sentimentos e memórias por meio de sua sensorialidade, e contribui para tornar presente e entrar em contato com o outro. Além disso, são utilizados outros aportes teóricos para compreender as variadas formas como a comensalidade está estritamente relacionada aos vínculos sociais entre os sujeitos.

 

Palavras-chaves: Comida. Imigrantes brasileiros. Agência. Mímesis. Festas.

 

 

Abstract:

Food can be understood as an important way of reading sociocultural processes. With this perspective, I conducted an ethnography with Brazilian immigrants in Greater Boston, seeking to understand the changes and continuities in their eating practices after migration. In this article, I focus on the ethnographic accounts of the moments of festivity, which, although not daily, are recurrent and mark the migratory experiences of the research subjects. I seek to understand the eating practices of these events through the concepts of agency (Gell, 1998) and mimesis (Taussig, 1993), thus assuming the role of food in these moments. Food, thus, is an active element of the holidays, which evokes feelings and memories through its sensoriality, and contributes to make present and be in contact with the other. In addition, other theoretical contributions are used to understand the varied ways in which commensality is strictly related to social bonds between the subjects.

 

Keywords: Food. Brazilian immigrants. Agency. Mimesis. Parties.


Palavras-chave


Comida; Imigrantes brasileiros; Agência; Mímesis; Festas.

Texto completo:

81-116 PDF

Referências


ALBERT, Bruce. Anthropologie appliquée ou 'anthropologie impliquée'. Ethnographie, minorités et développement. In: BARÉ, Jean-François (Org.). Les applications de l'Anthropologie. Un essai de réflexion collective depuis la France. Paris: Karthala, 1995. p. 87-118.

ALVES, Isidoro. A festiva devoção no Círio de Nossa Senhora de Nazaré. Estudos Avançados, São Paulo, 19(54), 2005. Disponível em: . Acesso em: 15 de maio de 2019.

AMORIM, Aparecida; DIAS, Carlos Alberto; SIQUEIRA, Sueli. Igrejas Protestantes como Espaço de Sociabilidade e Fé para os Familiares dos Emigrantes em Governador Valadares. Fronteiras, Dourados, 10 (18), 251-276, 2008.

APPADURAI, Arjun. Modernity at Large: Cultural Dimensions of Globalization. Minneapolis/Londres: University of Minnesota Press, 1996.

APPADURAI, Arjun. Disjunção e diferença na economia cultural global. In: FEATHERSTONE, Mike (Org.). Cultura Global: nacionalismo, globalização e modernidade. Petrópolis (RJ): Vozes, 1999. p. 311-327

ASSUNÇÃO, Viviane Kraieski de. Nem toda receita é Mais Você: estudo etnográfico sobre consumo e recepção de programas televisivos de culinária em camadas médias e populares. Dissertação de Mestrado em Antropologia Social. UFSC: Florianópolis, 2007.

ASSUNÇÃO, Viviane Kraieski de. Onde a comida não tem gosto: uma análise do gosto como prática e interação. Revista Pós-Ciências Sociais, 13, 159-180, 2016.

BOYD, Monica. Family and personal networks in international migration: recent developments and new agenda. International Migration Review. 23(3):638-670, 1989.

CLARKE, Alison J. Consuming children and making mothers: birthday parties, gifts and the pursuit of sameness. Horizontes Antropológicos, Porto Alegre, v. 13, n. 28, Dezembro de 2007. Disponível em: . Acesso em: 31 de março de 2019.

CODESAL, Diana Mata. Eating abroad, remembering (at) home. Anthropology of food [Online] , 7, 2010. Disponível em: . Acesso em: 31 de março de 2019.

DOUGLAS, Mary; ISHERWOOD, Baron. O Mundo dos Bens: para uma antropologia do consumo. Rio de Janeiro: Editora UFRJ: 2006.

FAJANS, Jane. Can moqueca just be fish stew? Anthropology of food [Online] , S4, 2008. Disponível em: . Acesso em: 31 de março de 2019.

FRESTON, Paul. The Religious Field among Brazilians in the United States. In: JOUET-PASTRÉ, Clémence, BRAGA, Leticia (Ed.). Becoming Brazica: Brazilian Immigration to the United States. Harvard University Press: Cambridge (MA), 2008. p. 255-270

FRY, Peter. Para Inglês Ver: Identidade e Política na Cultura Brasileira. Rio, Zahar, 1982.

GABBACIA, Donna. We Are What We Eat: Ethnic Food and the Making of Americans. Cambridge: Harvard University Press, 1998.

GELL, Alfred. Art and Agency: an anthropological Theory. Oxford: University Press, 1998.

GER, Güliz; KRAVETS, Olga. Special and Ordinary Times: Tea in Motion. In: SHOVE, Elizabeth; TRENTMANN, Frank; WILK, Richard (Ed.). Time, Consumption and Everyday Life: Practice, Materiality and Culture. Oxford: Berg, 2009. p. 189-202

HIRSCHMAN, Charles. The Role of Religion in the Origins and Adaptation of Immigrant Groups in the United States. In: PORTES, Alejandro; DEWIND, Josh. (Ed.). Rethinking Migration: New Theoretical and Empirical Perspectives. Berghn Books: New York/Oxford, 2007. p. 391-418

KRAIESKI, Viviane. Alimentando relações e marcando diferenças: Comida brasileira entre imigrantes brasileiros na Grande Boston. Sociedade e Cultura, 18, 41-54, 2015.

LAGROU, Elsje Maria. Caminhos, Duplos e Corpos: Uma abordagem persperctivista da identidade e alteridade entre kaxinawa. Tese (Doutorado em Antropologia). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. USP, 1998.

LIMA, Alvaro. Brasileiros na América. Boston, 2009.

MACHADO, Igor José de Reno. Identidade e Subordinação Ativa: uma etnografia dos imigrantes brasileiros no Porto. In: LIMA, Roberto Kant de. (org.) Antropologia e Direitos Humanos 3. Prêmio ABA/FORD. Niterói: Ed. UFF, 2001.

MARGOLIS, Maxine L. Invisible minority: Brazilians in New York City. Massachusetts: Allyn and Bacon, 1998.

MARCUS, Alan. (Re)creating places and spaces in two countries: Brazilian transnational migration processes. Journal of Cultural Geography, 26(2), 173-198, 2009.

MASSEY, Douglas. The social organization of migration. In: MASSEY, Douglas; ALARCON, Rafael; DURAND, Jorge; GONZÁLEZ, Humbert (Ed.). Return to Aztlan: the social process of international migration from Western Mexico. Berkeley, University of California Press, 1990. pp.139-171.

MARTES, Ana Cristina Braga; RODRIGUEZ, Carlos L.. Afiliação religiosa e empreendedorismo étnico: o caso dos brasileiros nos Estados Unidos. Rev. adm. contemp., Curitiba, 8(3), 2004. Disponível em: . Acesso em: 15 de julho de 2019.

MAUSS, Marcel. Ensaio sobre as variações sazonais das sociedades esquimós. In: MAUSS, Marcel. Sociologia e Antropologia. São Paulo: Cosac & Naify, [1906] 2003. p. 423-506

MAUSS, Marcel. Ensaio sobre a dádiva: forma e razão da troca nas sociedades arcaicas. In: MAUSS, Marcel. Sociologia e Antropologia. São Paulo: Cosac & Naify, [1925] 2003. p. 183-314

MILLER, Daniel. Material Culture and Mass Consumption. Oxford: Basil Blackwell, 1987.

MOERAN, Brian; SKOV, Lisa. Mount Fuji and the Cherry Blossoms: A View from Afar. In: KALLAND, A.; ASQUITH, P. (Ed.). Japanese Images of Nature: Cultural Perspectives. Surrey: Curzon Press, 1997. p. 181-205

PORTES, Alejandro; RUMBAUT, Rubén. Immigrant America: a portrait. 3ª ed. Los Angeles: University of Califórnia Press, 2006.

RIBEIRO, Gustavo Lins. Goiânia, Califórnia, vulnerabilidade, ambigüidade e cidadania transnacional. Série Antropologia, Departamento de Antropologia. Universidade de Brasília, número 235, 1998.

SAYAD, Abdelmalek. A imigração ou os paradoxos da alteridade. São Paulo: EDUSP, 1998.

SEREMETAKIS, C. N. The Memory of the Senses: Historical Perception, Commensal Exchange and Modernity. Visual Anthropology Review, 9(2), 02-18, 1993.

SIMMEL, Georg. Sociologia da refeição. Estudos Históricos, Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 33, 159-166, 2004.

SIMMEL, Georg. O Estrangeiro. In: MORAES FILHO, Evaristo de (Org.). Georg Simmel. São Paulo: Ática, 1983.

ORTIZ, Renato. Mundialização e Cultura. 2. ed. São Paulo: Brasiliense, 1994.

TAUSSIG, Michael. Mimesis and Alterity. New York and London: Routledge, 1993.

TEDESCO, João Carlos. As igrejas evangélicas e neopentecostais no cenário da imigração brasileira para a Itália. Anais do 34o Encontro Anual da ANPOCS. Caxambu, 2010.

WOORTMANN, Klaas. A Comida, a Família e a Construção do Gênero Feminino. Revista de Ciências Sociais, 29 (1), 103-30, 1986.

WOORTMANN, Klaas. O sentido simbólico das práticas alimentares. In: ARAÚJO, Wilma Maria Coelho, TENSER, Carla Márcia Rodrigues. Gastronomia: cortes e recortes. Brasília: SENAC, 2006. p. 23-55.




DOI: https://doi.org/10.22456/1984-1191.95388

Revista Iluminuras - Publicação Eletrônica do Banco de Imagens e Efeitos Visuais - NUPECS/LAS/PPGAS/IFCH/UFRGS

E-ISSN 1984-1191