A terra e os seus filhos mostruosos: a gestão da cidade sob os trópicos

Ana Luiza Carvalho da Rocha

Resumo


A partir de reflexões em torno das imagens do bestiário, do grotesco e do monstruosos para o nascimento da “civilização urbana” no corpo de uma América barroca, este ensaio tratara da tópica da desordem e da assimetria na consecução de projetos de democracia participativa para os arranjos da vida social no interior das cidades brasileiras, a partir da experiência do Orçamento Participativo em Porto Alegre.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1984-1191.9270

Revista Iluminuras - Publicação Eletrônica do Banco de Imagens e Efeitos Visuais - BIEV/LAS/PPGAS/IFCH/UFRGS

E-ISSN 1984-1191