A natureza da representação etnográfica e a produção de conhecimento antropológica na web

Cornelia Eckert, Ana Luiza Carvalho da Rocha

Resumo


A rede mundial de computadores forma uma comunidade real, denominada de ciberespaço, conformada por pessoas que podem interagir entre elas, em tempo real, independentemente da distancia física que as separa. Neste meio global, descentralizado e sem fronteiras, sujeito a interesses econômicos e financeiros, o controle sobre o uso de imagens, muitas delas protegidas por leis nacionais e internacionais, tais como aquelas tuteladas pelos direitos autorais, tem sido freqüentemente posto em debate. Particularmente, um tal sistema de intercomunicação por computadores e/ou por redes de computadores se não tem sido negligenciado como possibilidade de produção de novas escritas etnográficas, ao menos tem despertado interesse como objeto de estudo por antropólogos que estudam as modernas sociedades complexas.

A rede mundial de computadores forma uma comunidade real, denominada de ciberespaço, conformada por pessoas que podem interagir entre elas, em tempo real, independentemente da distancia física que as separa. Neste meio global, descentralizado e sem fronteiras, sujeito a interesses econômicos e financeiros, o controle sobre o uso de imagens, muitas delas protegidas por leis nacionais e internacionais, tais como aquelas tuteladas pelos direitos autorais, tem sido freqüentemente posto em debate. Particularmente, um tal sistema de intercomunicação por computadores e/ou por redes de computadores se não tem sido negligenciado como possibilidade de produção de novas escritas etnográficas, ao menos tem despertado interesse como objeto de estudo por antropólogos que estudam as modernas sociedades complexas.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1984-1191.9255

Revista Iluminuras - Publicação Eletrônica do Banco de Imagens e Efeitos Visuais - BIEV/LAS/PPGAS/IFCH/UFRGS

E-ISSN 1984-1191