Sobre um programa do Ballets Russes de Diaghilev: A coreografia de Parade

Autores

  • Walter Lima Torres Neto UFPR

DOI:

https://doi.org/10.22456/1984-1191.90182

Palavras-chave:

Programa de teatro. Ballets Russes. Parade. Surrealismo.

Resumo

Meu objetivo com este artigo é duplo. Em primeiro lugar apresentar uma versão do que seria a gênese do programa de teatro, traçando assim parte da sua história. Na sequencia expor uma tipologia por mim descoberta, presente nos projetos editoriais dessas publicações. E em segundo lugar, ao tomar como exemplo um programa da companhia dirigida por Sergei Diaghilev, Les Ballets Russes, demonstrar a aplicabilidade do estudo dos programas de espetáculos. Procuro compreender como se apresenta uma ruptura estética, por meio de uma obra divergente. A coreografia Parade estreou em 1917 e foi apresentada no programa como sur-realista. É neste programa que pela primeira vez o termo aparece, antes de ser adotado por André Breton.

 

Palavras chaves

Programa de teatro. Ballets Russes. Parade. Surrealismo.

 

 

ABOUT A DIAGHILEV BALLETS RUSSES PROGRAM:

THE PARADE CHOREOGRAPHY

Abstract

My goals with this article are two: In the first place to present a version of what would be the genesis of the theater programs, thus tracing part of its history. Following there is a typology, present in the editorial projects of these publications. And second, by taking the example of Sergei Diaghilev's company program, Les Ballets Russes, to demonstrate the applicability of the study of playbill. I try to understand how to identify an aesthetic rupture by a divergent work. The choreography Parade, whose debut in 1917, was presented in its program as surrealistic. The term appears for the first time before adopted by André Breton.

Keyword

Theatre program. Ballets Russes. Parade. Surrealism

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2019-02-11