Mulheres em processo de envelhecimento e seus objetos de penteadeira: estudo etnográfico no Vale do Sinos/RS

Sandra Maria Costa dos Passos Colling, Ana Luiza Carvalho da Rocha

Resumo


Este artigo tem por objetivo apresentar as narrativas de mulheres em processo de envelhecimento diante de seus objetos de penteadeira, tratando mais especificamente de observar como a velhice é vista por elas. Estudos de autores como Guita Debert (1994; 1998; 1999), Maurice Halbwachs (2003), Ecléa Bosi (1994), Gilberto Velho (1986), entre outros, se entrelaçam aos conceitos apresentados por essas mulheres em seus relatos. A metodologia utilizada é a etnografia com observação participante, no espaço urbano em nossa sociedade contemporânea. A escuta atenta aos relatos de mulheres sobre o processo de envelhecimento aponta para a relevância de se refletir sobre o cotidiano dessas mulheres pertencentes a diferentes etnias, crenças e gerações no contexto da região do Vale dos Sinos/RS. As narrativas apresentam a sociabilidade, os laços familiares e o percurso profissional como dimensões fundamentais de reordenação de suas identidades de gênero ao chegarem na fase da velhice. A memória individual dessas mulheres dialoga com a memória coletiva desse espaço e lugar.


Palavras-chave


Memória Coletiva; Estudos Etnográficos

Texto completo:

07-34 PDF

Referências


ABREU, Regina. CHAGAS, Mário. Memória e patrimônio: ensaios contemporâneos. Regina Abreu, Mário Chagas (Orgs.). - 2ª ed. - Rio de Janeiro: Lamparina, 2009.

BACHELARD, Gaston. A poética do espaço. São Paulo: Martins Fontes, 1993.

BARROS, Myriam M. L. Velhice ou terceira idade? Estudos antropológicos sobre identidade, memória e política. Org. Myriam M. L. Barros. - Rio de Janeiro: Editora Fundação Getúlio Vargas, 1998.

BASSIT, Ana Z. História de Mulheres: reflexões sobre a maturidade e a velhice. In: MINAYO, M. C. S., COIMBRA JUNIOR, C. E. A. (Orgs.). Antropologia, saúde e envelhecimento. - Rio de Janeiro: Editora Fiocruz, 2002.

BOSI, Ecléa. Memória e Sociedade: lembranças de velhos. – 3. ed. - São Paulo: Companhia das Letras, 1994.

BRANCO, Ana C. História das penteadeiras: saiba mais sobre essa peça! Disponível em: http://blog.lilibee.com.br/historia-das-penteadeiras/ Acesso em 27/12/2017.

CARVALHO, Vânia C. Gênero e Artefato: O Sistema Doméstico na Perspectiva da Cultura Material. – São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo/Fapesp, 2008.

CERTEAU, Michel de. A invenção do cotidiano: 1. artes de fazer / Michel de Certeau; tradução de Ephraim F. Alves. - Petrópolis, Vozes, 1994.

COLLING, Sandra M. C. P. As amigas de minha mãe: uma relação entre o objeto de pesquisa, artistas brasileiras e mulheres da ficção. In: II Cidi - Congresso Internacional de Diálogos Interdisciplinares: desafios para o desenvolvimento individual e coletivo dos sujeitos nas sociedades contemporâneas. Anais... Novo Hamburgo: Universidade Feevale, 2018. v. 2. p. 1069-1076. 2018.

DEBERT, Guita G. A antropologia e o estudo dos grupos e das categorias de idade. In: BARROS, Myriam M. L. (Org.) Velhice ou terceira idade? Estudos antropológicos sobre identidade, memória e política. - Rio de Janeiro: Editora Fundação Getúlio Vargas, 1998.

_______. A reinvenção da velhice: socialização e processos de reprivatização do envelhecimento. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, FAPESP, 1999.

_______. Gênero e envelhecimento. Estudos feministas, v. 2, nº 3. Florianópolis: Revista Estudos Feministas, UFSC, 1994.

ECKERT, Cornelia; ROCHA, Ana L. C. Cidade narrada, tempo vivido: estudos de etnografias da duração. Revista Rua, Laboratório de Estudos Urbanos, Campinas, n. 16, vol. 1, junho 2010.

FÁVARO, Cleci E. Imagens femininas: contradições, ambivalências, violências. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2002.

FERREIRA, Maria L. M. Memória e velhice: do lugar da lembrança. In: BARROS, Myriam M. L. (Org.). Velhice ou terceira idade? Estudos antropológicos sobre identidade, memória e política. - Rio de Janeiro: Editora Fundação Getúlio Vargas, 1998.

FISCHER, Ernest. A necessidade da arte. Tradução Leandro Konder. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1983.

FOOTE-WHYTE, William. Treinando a observação participante. Trad. Cláudia Menezes. In: GUIMARÃES, Alba Z. (Org.). Desvendando Máscaras Sociais. - Rio de Janeiro: Livraria Francisco Alves Editora S.A., 1975.

GONÇALVES, José R. S. Antropologia dos objetos: coleções, museus e patrimônios. In: GONÇALVES, José R. S. (Org.). Coleção Museu, Memória e Cidadania. Rio de Janeiro: Editora Garamond, 2007.

HALBWACHS, Maurice. A memória coletiva / Maurice Halbwachs; Tradução de Beatriz Sidou. São Paulo: Centauro, 2003.

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. In: https://cidades.ibge.gov.br/

MAGNANI, José G. C. Etnografia como prática e experiência. Horizontes Antropológicos, Porto Alegre, ano 15, n. 32, p. 129-156, jul./dez. 2009.

PRIORE, Mary D. Conversas e histórias de mulher. – 1ª ed. – São Paulo: Planeta, 2013.

_______. Corpo a corpo com a mulher: pequena história das transformações do corpo feminino no Brasil. São Paulo: Editora Senac, 2000.

SIMMEL, Georg. A metrópole e a vida mental. In: VELHO, Otávio. (Org.). O Fenômeno Urbano. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1973.

_______. A natureza sociológica do conflito. In: MORAES FILHO, Evaristo de. (Org.) Simmel - Sociologia. Coleção Grandes Cientistas Sociais, vol. 34. São Paulo: Ática, 1983.

VELHO, Gilberto e VIVEIROS DE CASTRO, Eduardo B. O Conceito de Cultura e o Estudo das Sociedades Complexas: uma perspectiva antropológica. Artefato Jornal de Cultura. Rio de Janeiro: Conselho Estadual de Cultura, n. 1, Jan., 1978.

VELHO, Gilberto. Subjetividade e sociedade: uma experiência de geração. Rio de Janeiro: Zahar, 1986.




DOI: https://doi.org/10.22456/1984-1191.89207

Revista Iluminuras - Publicação Eletrônica do Banco de Imagens e Efeitos Visuais - NUPECS/LAS/PPGAS/IFCH/UFRGS

E-ISSN 1984-1191