Desconectados e Desqualificados – Os Desafios da Capacitação Profissional EAD de Jovens em Vulnerabilidade Socioeconômica

Iasmini Bellaver Dambros

Resumo


Atualmente a internet tem sido o principal canal de acesso às informações, somada a utilização das tecnologias de informação e comunicação – TIC. Com as exigências de capacitação profissional para a inclusão no mercado de trabalho, a educação a distância - EAD mostrou-se uma opção para a educação profissional e tecnológica - EPT, adotada pelo Governo Federal por meio do Pronatec. Este artigo visa realizar uma análise a respeito do acesso da população jovem brasileira em vulnerabilidade socioeconômica a tais cursos de EPT na modalidade EAD. Realizou-se um estudo exploratório com delineamento qualitativo, utilizando-se de dados quantitativos a partir de revisão bibliográfica e pesquisa documental. Identificou-se que uma grande parcela de brasileiros não possui acesso as TIC e a internet, principalmente os enquadrados nas classes D e E, público-alvo dos cursos Pronatec. Deste modo, esse artigo aponta a falta de articulação entre as políticas públicas, culminando na baixa efetividade dos cursos Pronatec EAD voltados para o público em vulnerabilidade socioeconômica.

Palavras-chave: Juventude; Pronatec; Exclusão Digital.

 

DISCONNECTED AND DISQUALIFIED - THE CHALLENGES OF PROFESSIONAL QUALIFICATION THROUGH DISTANCE EDUCATION OF YOUNG PEOPLE IN SOCIOECONOMIC VULNERABILITY

 

Abstract

Currently the Internet has been the main form of accessing information, in addition to the use of Information and Communication Technologies - ICTs. Distance education, with the requirements of professional qualification for the inclusion in the labor market, has proved to be an option for vocational and technical education, adopted by the Federal Government through Pronatec. This article aims to analyze the access of the Brazilian youth population in socioeconomic vulnerability to the vocational and technical courses in the distance education method. An exploratory study with a qualitative design was carried out, using quantitative data from bibliographic review and documentary research. It was identified that a large number of Brazilians do not have access to ICTs and the Internet, especially those classified in social classes D and E, the target audience of the Pronatec courses. Thus, this article points out the lack of articulation among public policies, resulting in the low effectiveness of Pronatec distance education courses aimed at the public in socioeconomic vulnerability.

Keywords: Youth; Pronatec; Digital Exclusion.


Palavras-chave


Juventude. Pronatec. Exclusão Digital

Texto completo:

142-161 PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1984-1191.89029

Revista Iluminuras - Publicação Eletrônica do Banco de Imagens e Efeitos Visuais - NUPECS/LAS/PPGAS/IFCH/UFRGS

E-ISSN 1984-1191