"Gato, cachorro e criança - é o que mais tem na favela": Dimensões do trabalho

Antônio Donizeti Fernandes

Resumo


A temática do trabalho nos estudos das ciências sociais, assim como, as ações em saúde do trabalhador, tendem a privilegiar, em grande medida, o próprio ambiente da produção e do trabalho. Apresento aqui a escrita da experiência etnográfica ao lidar com a "questão do trabalho" fora do "mundo do trabalho", condição onipresente na vida dos trabalhadores da cana e das suas famílias instaladas em uma favela nos arredores de um dos municípios no Médio Vale do Paranapanema – região limítrofe entre os estados do Paraná e São Paulo. Por meio da ideia da técnica de conversação diária, apresento a forma como procedi para escolher, analisar e compreender as categorias nativas, a partir da "experiência social negativa." Privação de equipamentos, infortúnios pessoais e formas de agir frente ao excesso enquanto resultado do que o poder político, econômico e institucional faz com as pessoas, bem como, o que estes fazem a si mesmo e as outras pessoas que vivem sob tais condições.

 

Palavras-chave: Sofrimento social. Trabalhador canavieiro. Espaço social. Saúde do trabalhador. Favela.

 

“Cat, dog and child - is what has more in slum": Dimensions of work

Abstract

The thematic of work in social science studies, as well as, the actions in worker’s health, tend to privilege, to a great extent, the environment of production and the work. I present here the writing of an ethnographic experience when dealing with the "labor question" out of the "work world", ubiquitous condition on sugarcane workers and their families’ lives, installed in a shantytown on the outskirts of one of the municipalities on Middle Paranapanema Valley – borderline region between the states of Paraná and São Paulo. Through the idea of a daily conversation technique I present the way as I proceeded to choose, analyze, and understand the native categories, from the "negative social experience." Privation of equipment, personal misfortunes and ways to act in front of excess as a result of what the political, economic and institutional power makes to people, as well as, what these things do to themselves  and to other people that live under such conditions.

 

Keywords: Social suffering. Worker sugarcane. Social space. Occupational Health. Slum.


Texto completo:

167-183 PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1984-1191.42351

Revista Iluminuras - Publicação Eletrônica do Banco de Imagens e Efeitos Visuais - BIEV/LAS/PPGAS/IFCH/UFRGS

E-ISSN 1984-1191