A força camponesa: Trabalho e resistência de um representante do povo

Juliana Queiroz

Resumo


 

Este trabalho pretende analisar de forma etnográfica as dimensões do trabalho a partir de um eixo específico: o livro de memórias escrito por Gregório Bezerra - publicado em 1979 e reeditado em 2011. Assim, buscamos compreender como seu autor, conhecido membro do Partido Comunista Brasileiro (PCB), relaciona aspectos do universo popular – representada por seu trabalho infantil no campo, de juventude de trabalhos precários nas ruas de Recife – com sua atuação política. Partimos da hipótese de que as experiências de sua infância como trabalhador rural operam no sentido de identificar e legitimar suas atividades políticas e a construção de sua figura como um representante do povo, como um revolucionário legítimo. Categorias como fome, exploração, trabalho, solidariedade, família, honra e semianalfabetismo ganham destaque nessa análise, pois parecem revelar os liames entre as experiências no campo e sua atuação no partido. Partindo de trechos e categorias centrais destas memórias, este trabalho pretende expor certos elementos associados ao universo de trabalho, demonstrando sua complexidade.

Palavras chaves: Gregório Bezerra, Memória, Trajetória, Militância, trabalho.

 

Peasant strength: Work and resistance of a representative of the people

Abstract

 

This paper intends to analyze the dimensions of ethnographic work from a specific axis: the memoir of Gregório Bezerra - published in 1979 and reissued in 2011. Thus, we seek to understand how its author, famous member of the Brazilian Communist Party, relates aspects of popular universe - represented by its child labor in the field and later his youth work on the streets of Recife slums - with his political activities. We start from the hypothesis that his childhood’s experiences as a rural laborer operates in order to identify and legitimize his political activities and the construction of his image as a legitimate and authentic revolutionary. Categories as hungry, explotation, labor, solidarity, family, honor and half illiteracy are highlighted in this analysis, because it seems to reveal the axis between the field's experiences and his performance in the party. Based on stretches and core categories of these memories, this work aims to expose certain elements associated with the world of work, demonstrating its complexity.

Keywords: Gregório Bezerra, Memory, Trajectory, militancy, work

 


Texto completo:

75-86 PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1984-1191.42329

Revista Iluminuras - Publicação Eletrônica do Banco de Imagens e Efeitos Visuais - NUPECS/LAS/PPGAS/IFCH/UFRGS

E-ISSN 1984-1191