Ética, Oralidade e Pesquisa Fotográfica

João Martinho Braga de Mendonça

Resumo


Esse texto procura levantar algumas questões sobre ética no trabalho antropológico a partir de pesquisas com imagens fotográficas coletadas numa cidade do interior da Paraíba. O objetivo é discutir a abordagem etnográfica e seu papel numa perspectiva de relações estabelecidas entre a universidade e a comunidade do entorno. A fotografia é então concebida como mediadora possível entre os saberes locais, marcados pela oralidade, e o conhecimento produzido no âmbito universitário, particularmente na área de antropologia visual. A coleta e elaboração de imagens pelo pesquisador é concebida, num segundo momento, como intervenção que gera por sua vez novos questionamentos éticos.

Palavras chave: Fotografia. Memória. Ética. Oralidade. Antropologia Visual.

 

Ethics, Orality and Photographic Research

 

Abstract

 

This paper presents questions about fieldwork ethics in an anthropological research with images collected in Rio Tinto, state of Paraíba, Brazil. The aim is to discuss the ethnographic approach and its role in the perspective of relations between the university and the surrounding community. The photograph is then conceived as a kind of mediator between local knowledge, marked by orality, and the knowledge produced in the university, particularly in the field of visual anthropology. The collection and processing of images is designed as an intervention by the researcher, which in turn generates new ethical questions.

Keywords: Photography. Memory. Ethics. Orality. Visual Anthropology.


Palavras-chave


Fotografia. Memória. Ética. Oralidade. Antropologia Visual.

Texto completo:

85-100 PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1984-1191.37033

Revista Iluminuras - Publicação Eletrônica do Banco de Imagens e Efeitos Visuais - BIEV/LAS/PPGAS/IFCH/UFRGS

E-ISSN 1984-1191

iluminuras@ufrgs.br