Entre subjetividades econômicas e economias subjetivas: O Camelódromo de Porto Alegre e as Experiências do Processo de Transição

Moisés Kopper

Resumo


Com base na realização da observação participante multi-situada pelos diferentes itinerários do processo de constituição simbólica da transição que marca o deslocamento de trabalhadores informais das ruas para a visibilidade jurídico-formal, o presente ensaio pretende-se uma tentativa de lançar luz sobre dois objetivos distintos, porém interligados. De um lado, discute-se as estratégias de governamentalidade associadas à força persuasiva do Estado, ao colocar a necessidade de higienização e urbanização do espaço público e, no seio deste projeto, de modalidades de gestão específicas, como as Parcerias Público-Privadas. De outro lado, problematiza-se, de um ponto de vista diacrônico e processual, as dramatizações narrativas dos camelôs afetados pelo processo de transição, atentando – a partir dos modos de subjetivação e de constituição da sensibilidade discursiva – para as diferentes perspectivas de engajamento e, de maneira particular, para a elaboração e produção da simbologia imagética desse deslocamento no espaço e no tempo da memória.

Palavras chave: Camelódromo. Transição. Comércio Informal. Mediação Política. Estado.

 

Between Economic Subjectivities and Subjective Economies: the Camelódromo of Porto Alegre/RS and the experiences of the transition process

 

Abstract

 

Based on the realization of multi-sited observation through the different itineraries of the process of constitution of the symbolic transition that defines the displacement of informal workers from the streets to the juridical-formal visibility, this paper seeks to understand two different but connected objectives. On the one hand, it discusses the strategies of governmentality associated with the persuasive power of the state, by putting the need to cleanse and urbanization of the public space and, within this project, suggesting specific management arrangements such as Public Private Partnerships. On the other hand, it stresses, in a diachronic and processual point of view, on the narrative dramatizations of street vendors affected by the transition process, attempting – by regarding the subjectivity modes and constitution of discursive sensibility – to the different perspectives of engagement and, particularly, to the elaboration and production of the imagetic symbology within this displacement, on the space and time of memory.

Keywords: Camelódromo. Transition. Informal Commerce. Political Mediation. State.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1984-1191.24883

Revista Iluminuras - Publicação Eletrônica do Banco de Imagens e Efeitos Visuais - NUPECS/LAS/PPGAS/IFCH/UFRGS

E-ISSN 1984-1191