Lixo e Alimentação

Marilda Checcucci Gonçalves da Silva

Resumo


Resumo: Esse artigo tem como objetivo analisar a relação entre o lixo e alimentação, tendo em vista como o lixo vem se produzindo paralelamente aos processos de mudança que incidem sobre a alimentação, sua produção, distribuição, consumo e o descarte de alimentos. Ocorre que esses processos de transformação assumiu, ao longo do tempo, características diversas, em decorrência das inovações tecnológicas, industrialização e do concomitante processo de globalização e modernização que vem se fazendo, em especial a partir do século XIX, na medida em que a alimentação deixa de ser localizada e que novos processos de distribuição e consumo se estabelecem, produzindo grandes alterações em relação aos processos anteriores. Sendo assim deseja-se saber quais as mudanças que essas alterações promovem no sistema alimentar e no seu consumo e como irão repercutir na maneira de produzir, armazenar e descartar o lixo.

Palavras-chave: Alimentação. Indústria alimentar. Consumo. Lixo


GARBAGE AND FOOD

 

Abstract: This article aims to analyze the relationship between garbage and food, in view of how garbage has been taking place in parallel with the change processes that affect food, its production, distribution, consumption and the disposal of food. It happens that these transformation processes took on, over time, different characteristics, due to technological innovations, industrialization and the concomitant process of globalization and modernization that has been taking place, especially since the 19th century, as food ceases to be localized and that new processes of distribution and consumption are established, producing major changes in relation to previous processes. Therefore, we want to know what changes these changes promote in the food system and its consumption and how they will impact the way of producing, storing and disposing of garbage.

Keywords: Food. Food industry. Consumption. Garbage


Palavras-chave


Alimentação. Indústria alimentar. Consumo. Lixo.

Texto completo:

127-153 PDF

Referências


ASSUNÇÃO, Viviane K de. No “país do desperdício”: analisando o lixo como cultura material entre imigrantes brasileiros na Holanda. In: O poder do lixo: abordagens antropológicas dos resíduos sólidos. Carmen Rial (org.). Rio de Janeiro: Associação Brasileira de Antropologia, 2016. p. 101-126.

BOURDIEU, Pierre. Esquisse d’une théorie de la pratique. Geneve: Ed. Droz, 1972.

________________. A Economia das Trocas simbólicas. São Paulo: Ed. Perspectiva, 1987.

BUSTAMANTE, Regina Maria da Cunha. “Ressignificando o lixo”: análise de um mosaico de assarôtos Oïkos da África Romana”. In: PHOÎNIX, Rio de Janeiro, 15-2: 99-113, 2009.

CARNEIRO, Henrique. Apresentação à edição brasileira. In: MONTANARI, Massimo. Comida como Cultura. São Paulo: Editora SENAC, 2008.

CASAGRANDE, Naiara. Inclusão dos impactos dos resíduos plásticos no ambiente marinho em avaliação de ciclo de vida. 2018. Dissertação (Mestrado em Engenharia Ambiental) – Centro de Ciências Tecnológicas, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2018.

DOUGLAS, Mary. Pureza e Perigo. São Paulo: Editora Perspectiva S.A., 1966.

FISCHLER, Claude. A “McDonaldização” dos costumes. In: História da Alimentação. FLANDRIN, Jean-Louis e MONTANARI, Massimo (orgs.). São Paulo: Estação Liberdade, 1998.

________________. El (h)omnívoro: El gusto, la cocina y el cuerpo. Barcelona: Editorial Anagrama. Colección Argumentos, 1995.

GARZILLO, Josefa M. F. A alimentação e seus impactos ambientais: abordagens dos guias alimentares nacionais e estudo da dieta dos brasileiros. 2019.Tese (Doutorado) Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2019.

GONÇALVES, José R. S. A fome e o paladar: uma perspectiva antropológica. In: GONÇALVES, José R. S. et al. Seminário Alimentação e Cultura. Rio de Janeiro: Funarte/CNFCP, 2002. (Série Encontros e Estudos, 4).

HERNÁNDEZ, Jesus Contreras e ARNÁIZ, Mabel Gracia. Alimentación y Cultura: perspectivas antropológicas. Barcelona: Editorial Ariel S.A., 2005.

MONTANARI, Massimo. A fome e a abundância: história da alimentação na Europa. Bauru, SP: EDUSC, 2003.

____________________. Comida como Cultura. São Paulo: Editora SENAC, 2008.

POLLAN, Michael. O dilema do Onívero: uma história natural de quatro refeições. Rio de Janeiro: Ed. Intrínseca, 2006.

POULAIN, Jean-Pierre. Sociologias da Alimentação: Os comedores e o espaço social alimentar. Florianópolis: Editora da UFSC, 2004.

SANTILLI, Juliana. Agrobiodiversidade e direitos dos Agricultores. São Paulo: Peirópolis, 2009.

SILVA, Marilda C. G. da. O impacto da imigração europeia sobre a produção de alimento e a culinária do Médio Vale do Itajaí/SC. In: Antropologia e Patrimônio Cultural: diálogos e Desafios Contemporâneos. (orgs.) LIMA FILHO, Manuel Ferreira; BELTRÃO, Jane Felipe, ECKERT, Cornélia. Blumenau: Nova Letra, 2007. p. 101-131,

___________________. O Kochkäse e suas controvérsias como produto de identidade, saúde e renda. In: Patrimónios Alimentares de Aquém e Além-Mar. Joaquim Pinheiro; Carmen Soares (coords.) Imprensa da Universidade de Coimbra. Annablume, 2014. p. 63-89.

___________________, MATTES, Daniela, MORATELLI, Fabiana. Globalização, desenvolvimento regional e regimes alimentares: o caso do Kochkäse no Vale do Itajaí (SC) In: Intenções de Desenvolvimento em Espacialidades Desiguais. Palmas: Ed. Universitária da Universidade Federal do Tocantins (EDUFT), 2020 (no prelo).

SCHNEIDER, Vania Elisabete, PIRES Jussara Kalil. Resíduos sólidos: problemática e definições. In: Resíduos de serviços de saúde: um olhar interdisciplinar sobre o fenômeno. (orgs) SCHNEIDER Vania Elisabete, STEDILE, Nilva Lúcia R. 3. ed., ampl. e atual. Caxias do Sul: Educs, 2015. p. 21-30.




DOI: https://doi.org/10.22456/1984-1191.107096

Revista Iluminuras - Publicação Eletrônica do Banco de Imagens e Efeitos Visuais - BIEV/LAS/PPGAS/IFCH/UFRGS

E-ISSN 1984-1191